Um adulto e uma menor foram conduzidos até a delegacia judiciária civil de Lucas do Rio Verde-MT durante operação de combate ao tráfico de drogas, realizada por investigadores da Polícia Civil e Polícia Militar. Ambos os investigados já possuem passagens na comarca do município.

Cerca de R$ 1 mil em moeda corrente; 93 munições ponto 38; 17 papelotes de maconha (0.30 gramas cada) e uma pequena quantidade de pasta à base de cocaína foram apreendidos no decorrer das diligencias realizada nessa quarta-feira (13).

Todo material, bem como o maior e a menor, foram apreendidos em uma região de mata, nas proximidades da ponte do Rio Verde, entre os municípios de Lucas do Rio Verde-MT e Sorriso-MT.

Um integrante do grupo conseguiu fugir do cerco policial, pulando nas águas do Rio Verde, nadando até a outra margem.

De acordo com o investigador Wlademir Mesquita, as diligencias envolvendo os suspeitos e o suposto envolvimento dos mesmos com o crime de tráfico de drogas na região estão em andamento há cerca de 90 dias.

“Recebemos denuncias anônimas dando conta de que algumas pessoas estariam traficando na cidade de Lucas. Em posse dessas informações iniciamos um trabalho investigativo muito delicado, ao fato dessas pessoas estarem sendo investigadas serem pessoas astutas na criminalidade. Na tarde de ontem (13) aproveitando situações que nos favoreceu a dar um andamento maior ao trabalho, conseguimos apreender uma grande quantidade de maconha, pasta base, munições, balança de precisão e outros instrumentos que caracterizam o tráfico de drogas”, afirmou o investigador.

Parte do material apreendido estava enterrada na mata. “Observamos durante as investigações que uma grande quantidade de usuários ia até a mata para comprar os entorpecentes. Uma equipe ficou monitorando o local, enquanto outra equipe descaracterizada se deslocou em outros locais para que obtivéssemos êxito na apreensão dos objetos e prisão dos suspeitos”, disse Mesquita.

Durante as investigações, a polícia levantou informações que a menor apreendida estava comercializando entorpecentes, há vários dias, no bairro Veneza, mais precisamente na rua Bérgamo, local conhecido pelo linguajar dos usuários como ‘pista’.

O suspeito que fugiu do cerco policial, de acordo com o investigador Wlademir Mesquita, estava em posse de uma arma de fogo.

;
;
;
;
;
;
;
;
;
;
;