Nova Mutum sediará largada da Competição Mundial de Paramotor em 2019

0

A cidade de Nova Mutum (269 km de Cuiabá – MT) sediará uma etapa do Icarus Trophy, competição internacional de corridas de aventura de paramotor, neste ano de 2019. O evento será exibido posteriormente no Canal OFF de TV por assinatura.

O evento reunirá profissionais de diversos países da modalidade e terá outros municípios matogrossenses inclusos no trajeto. A rota terá o ponto de partida em Nova Mutum e passará pelas regiões do Bom Jardim, Livramento, Chapada dos Guimarães, Poconé e Porto Jofre, no Mato Grosso.

O Troféu Icarus é uma corrida totalmente aérea. Homens e máquinas trabalham no céu para percorrer mil milhas, equivalente a aproximadamente 1.600 km.

O grupo organizador The Adventurists é do Reino Unido (United Kingdom – UK) e considera a Icarus Trophy a corrida aérea mais difícil do planeta.

A corrida é realizada em todo o mundo e em 2019 o bioma escolhido é o Pantanal Mato Grossense e região. Conforme destacado no Site Oficial Da Competição “em 2019, estamos indo para o Brasil. Vastas planícies, pântanos, jacarés, onças e florestas. Esta será uma aventura excêntrica”.

No último mês de novembro representantes da empresa inglesa, responsável pela competição, e pilotos de paramotor estiveram em Nova Mutum, realizando o reconhecimento da rota inicial do Campeonato Mundial.

A empresa organizadora divulgou um vídeo vlog com um dos pilotos que passou o dia realizando os testes de vôos.

Os organizadores estiveram reunidos com o prefeito de Nova Mutum Adriano e sua equipe que auxiliará na realização do evento.

A rota completa terá como pontos; saída em Nova Mutum, Bom Jardim, Lago do Manso, Chapada dos Guimarães. A partir de então a rota segue rumo ao Pantanal, passando por Livramento, Poconé, Pixain e Porto Jofre. A partir de então os pilotos atravessarão toda a extensão do Pantanal de Nhecolândia, evitando através de um desvio a região do Pantanal do Paiaguás, em virtude do alagamento e questões de segurança como resgate, já que o local é de difícil acesso para carros. A partir de então a rota segue para a cidade de Corumbá (MS), onde percorre as localidades de Porto Morrinho, Forte Coimbra, Fazenda Carandai, Botoquena e como destino a cidade de Bonito (MS).

Kester Haynes, piloto, membro da organização da prova destacou as riquezas de rota escolhida. “É muito importante para nós estarmos aqui, é a primeira vez que nos testaremos esta rota, estamos animados pelo estado de Mato Grosso fazer parte deste circuito. Tenho certeza de que toda a beleza desta cidade e da região será vista pelo mundo”, disse.

Está será a 5ª edição do evento. Os três primeiros foram realizados nos Estados Unidos, a 4ª edição foi realizada na África.

De acordo com o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Nova Mutum, Jimmy Huppes a cidade de Nova Mutum tem muito a ganhar sendo sede de abertura do evento. “Além dos benefícios óbvios, como aumento do fluxo em hotéis, restaurante entre outros que acontecem naturalmente teremos a visibilidade mundial de Nova Mutum. Esta vitrine global é fundamental para cidades que tem potencial, que buscam investidores. E há o fomento deste esporte, que também é um negócio e fomenta o comércio, gera renda e empregos”, destacou.