Os vereadores aprovaram na noite desta segunda-feira (11), em sessão ordinária, o Projeto de Lei n. 04/19, que trata da destinação de auxílio-financeiro ao Lar Acolhida Bom Samaritano.

Serão destinados pouco mais de R$ 195 mil, pagos em 12 parcelas mensais, mediante a prestação de contas ao poder público. A primeira parcela será paga ainda no mês de fevereiro.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

Segundo a vereadora Márcia Pelicioli (PSDB), o recurso será utilizado para custear despesas com pessoal, material de consumo e limpeza, energia elétrica, combustível e serviços de manutenção da entidade.

Recentemente, o local quase foi fechado por falta de recursos. A vereadora conversou com direção do lar e com a secretária de Assistência Social Lucileide Gurka, a fim de encontrar uma solução.


-Continua depois da publicidade ©-

O que aconteceu no lar, foi que faltou um documento na hora de montar o projeto. E quando se trata de dinheiro público, existe toda uma burocracia. O importante é que o problema foi resolvido e a entidade voltará a funcionar como antes.”

O Lar Bom Samaritano foi fundado em 1999, com o objetivo de auxiliar pessoas carentes, que se encontram em situação de risco ou que estejam precisando de abrigo.

A casa tem capacidade para atender até 60 pessoas, com local para dormir, banho e alimentação. A entidade é administrada por uma organização social, formada por voluntários.

A entidade está localizada a Avenida Cuiabá, n. 1126 N, Distrito Industrial.