Garis de Cuiabá denunciam trabalho insalubre, coação e extrapolação de jornada

0
Foto: Sindilimp

Os garis de Cuiabá fizeram um protesto, nessa terça-feira (4), no pátio da empresa Locar Gestão de Resíduos, tercerizada da prefeitura para execução dos serviços de coleta de lixo. Os trabalhadores reivindicam melhores condições de trabalho.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Limpeza Urbana (Sindilimp/MT), faltam equipamentos de proteção individual, a frota de caminhões está sucateada, falta sinalização e os trabalhadores estão sujeitos a riscos constantes.

“Só na terça-feira, seis caminhões quebraram na hora da coleta. Com isso, os trabalhadores são obrigados a estender a jornada para conseguir concluir a coleta”, disse Wenderson Alves, presidente do sindicato.


#Patrocinador

Além disso, segundo Sindilimp, o número de coletores é insuficiente para a demanda da cidade.

“Deveriam ser três garis por caminhão. Porém, há meses estamos trabalhando de dupla por caminhão, o que também gera extensão de jornada”, afirmou.

Os trabalhadores do período da manhã recebem pão e suco, porém, não há refeitório para comerem. Eles comem no pátio mesmo.

Eles também reclamam dos banheiros que estão constantemente com problemas.

A denúncia foi apresentada à Delegacia Regional do Trabalho, na Câmara de Vereadores e para a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos.

Outro protesto

Há uma semana, os garis já haviam feito um protesto com as mesmas reivindicações. Um acordo foi feito e, segundo o sindicato, a empresa se comprometeu a cumprir parte das reivindicações, em uma semana.

No entanto, segundo os trabalhadores, nada mudou até o momento.

| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui