Marinha deve presentar Cuiabá com passagem de navio hospitalar

0

A parceria entre a Prefeitura de Cuiabá e a Marinha do Brasil avançou mais alguns passos na quarta-feira (28). Em reunião com o vice-prefeito, Niuan Ribeiro, a corporação discutiu a possiblidade de trazer à Capital um de seus navios-hospital, em comemoração aos 300 anos da cidade. A embarcação irá atender especialmente as comunidades ribeirinhas e sua passagem dependerá apenas do volume de água no rio Cuiabá no período.

De acordo com o contra-almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, a época coincide com o centenário da Delegacia Fluvial da cidade, que coordena as ações para o tráfego aquaviário e de combate ao tráfico de cargas. As atribuições também incluem a fiscalização de esportes marinhos e o combate poluição hídrica pelas embarcações.


“A Marinha se estabeleceu em Cuiabá em 1827, instalando um arsenal que foi transferido para Corumbá já em 1873. Depois foi implantada a Delegacia aqui. Então há uma ligação muito forte com a cidade e esta é uma oportunidade de aliarmos os dois aniversários. Além do navio, queremos colaborar com outras iniciativas que beneficiem a população da cidade”, disse.

Na opinião do vice-prefeito a contribuição vai além do benefício social proporcionado pelo atendimento à população, e se estende à valorização da nossa história e cultura. “Além do navio haverá a doação de objetos históricos e ainda outras inciativas que estamos discutindo. Isso enriquece nosso sentimento de ‘cuiabania’ e faz com que nos lembremos dos nossos marcos históricos, que fazem a gente ser o que é hoje.”

  Servidores se mobilizam pelo 2º ano para incentivar arrecadação do Natal Sem Fome

Este é o segundo encontro entre as instituições, que demonstram vontade mútua de fortalecer ações para os aniversários de 2019. Há cerca de duas semanas, o prefeito, Emanuel Pinheiro se reuniu com militares no Museu do Rio, dando início esta aproximação.

O secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, explica que a parceria converge com a proposta do gestor, de voltar o olhar da Capital para o rio. “Queremos incorporar a Marinha à comemoração porque de todas as Forças Armadas, ela é a que tem ligação mais direta com a origem de Cuiabá. Então queremos trazê-los para ajudar a contar a saga cuiabana, repleta de heróis.”

Esta se soma a uma série de iniciativas da administração para o aniversário de Cuiabá. Segundo a titular da Sec 300, Cely Almeida, todas elas se alinham em projetos arquitetônicos, de artes, religião e história. “Todas essas diferentes frentes de trabalho estarão em diálogo para proporcionar a cidade presentes que se estendam além da celebração, proporcionando melhoria de vida à toda a população”, finaliza.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui