20.7 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 17 abril, 2021
InícioVARIEDADESTECNOLOGIAÉ possível hackear um iPhone?

É possível hackear um iPhone?

Embora o aparelho da Apple seja conhecido pela segurança, a verdade é que nenhum dispositivo é perfeito quando se trata de segurança
Por CenárioMT

É comum encontrar entre consumidores e especialistas em tecnologia a opinião de que o iPhone é um aparelho difícil de ser hackeado. Diferente de celulares como Samsung e Motorola, os aparelhos da Apple são, de fato, mais seguros do que os de outras marcas. Mas isso não significa que eles não podem ter falhas.

Essa é uma preocupação comum, já que você provavelmente tem todo tipo de informações confidenciais no seu iPhone, como dados de cartão de crédito ou conta bancária, fotos pessoais, entre outras informações. Por isso, muitas pessoas têm apostado no seguro para iPhone como uma alternativa de segurança.


--Continua depois da publicidade--

Isso porque os aparelhos da gigante de tecnologia costumam ser os mais visados pelos criminosos em casos de roubo e furto. A situação é a mesma entre os hackers, que tentam burlar as barreiras de segurança da Apple, que ficam cada vez mais difíceis a cada atualização.

Porém, se você tomar os cuidados necessários, um hacker de habilidade média provavelmente não vai conseguir invadir o aparelho. Ele pode acabar achando a tarefa muito difícil e preferir ir atrás de presas mais fáceis, como os smartphones Android. Nisso, o iPhone tem grande vantagem.

Por que é difícil hackear um iPhone?

A resposta é a seguinte: seu iPhone tem um sistema operacional, assim como qualquer outro dispositivo eletrônico, que passa por testes rigorosos. Quando a Apple lança no mercado uma nova versão do iOS, as chances de vulnerabilidade são poucas. Isso vai se tornando cada vez mais rígido a cada atualização.

Ainda assim, você precisa manter seu smartphone atualizado com a versão mais recente do iOS, o sistema operacional universal que a Apple usa em seus dispositivos. Ao fazer isso, você protegerá o dispositivo contra quaisquer bugs ou falhas que a Apple tenha detectado.


--Continua depois da publicidade--

A Apple não permite que ninguém controle um iPhone de forma remota através de aplicativos de acesso remoto. Enquanto o macOS envia um servidor VNC (Virtual Network Computing, computação de rede virtual) instalado que permite que seu Mac seja controlado remotamente se você habilitá-lo, o iOS não.

iOS: um sistema operacional seguro

O iOS usa um sistema de permissões muito completo e seguro para dar aos aplicativos acesso explícito a determinados serviços e informações. Ao instalar um novo app, muitas vezes você é solicitado a conceder permissão a serviços de localização ou à câmera, ou seja, apenas àquilo que você permitir.

Não há nenhum nível de permissão disponível no iOS que conceda acesso total. O software que dá acesso ao aparelho é selado do resto do sistema em um ambiente seguro de “sandbox”, como chamam os especialistas. Isso anula a ação de aplicativos potencialmente danosos ao aparelho.

Uma das ferramentas para hackear um iPhone é o chamado software espião. Esses aplicativos se aproveitam da paranoia e do medo, convidando as pessoas a instalar softwares de monitoramento em dispositivos. Eles são voltados para pais preocupados e cônjuges suspeitos como uma maneira de acompanhar a atividade de outra pessoa no iPhone. Portanto, fique ligado e não caia nessa!


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

LUCAS FORTE DE NOVO
Socorro a comércios luverdenses afetados pela pandemia pode chegar a R$ 20 mil
abril 16, 2021
COM TODO CUIDADO!
Lucas: Educação prepara retorno de aulas presenciais de forma gradativa a partir de segunda-feira (19)
abril 16, 2021