31.2 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 27 julho, 2021
InícioVARIEDADESTECNOLOGIABanco do Brasil atinge 100% de compensação de gases gerados por energia...

Banco do Brasil atinge 100% de compensação de gases gerados por energia elétrica

Ação sustentável neutraliza a emissão de 33 toneladas de gás carbônico
Por CenarioMT

Com produção própria e aquisição de certificados no mercado, o Banco do Brasil (BB) alcançou 100% de compensação das emissões de gases de efeito estufa oriundos do consumo de energia elétrica das dependências. Ao longo do ano passado, foram consumidos um total de 532,8 mil MWh. Com a operação, o BB neutraliza a emissão de 33 toneladas de gás carbônico, o que equivale ao consumo de energia de uma cidade de 222 mil residências em um ano ou ao reflorestamento relativo ao plantio de 75.336 árvores.

Para compensar sustentavelmente o volume de 532,8 mil MWh, o BB adquiriu, por meio de licitação, em contratação inédita na Administração Pública, 523,9 mil I-REC (International Renewable Energy Certificate) da Distribuidora Digital de Energia Matrix, cujos certificados são provenientes do complexo eólico Serra da Babilônia (BA) e Baixa do Feijão (RN). O montante se une aos 8,9 mil RECs decorrentes da geração de energia da usina solar inaugurada em março do ano passado em Porteirinha (MG).


--Continua depois da publicidade--

O I-REC é uma plataforma internacional de transações que permite aos consumidores adquirirem o certificado de uma energia de fonte renovável rastreada para compensar as emissões pelo consumo de energia elétrica.

A ação integra um dos 10 compromissos sustentáveis assumidos pelo BB, especificamente o ‘Fomento à Energia Renovável’ que prevê, além da compensação de 100% das emissões de gases de efeito estufa oriundos do consumo de energia elétrica, chegar a 90% de energia renovável até 2024.

Energia renovável

Para 2021, as duas usinas fotovoltaicas do BB em funcionamento, a de Porteirinha (MG) e a de São Domingos do Araguaia (PA), inaugurada em outubro de 2020, gerarão 16 mil I-RECs.

Ainda neste ano, o BB tem prevista a inauguração de mais quatro usinas: na Bahia, no Ceará, em Goiás e no Distrito Federal, além de outras quatro em 2022, a serem licitadas, gerando mais energia e compensando o consumo de um número maior de dependências.


--Continua depois da publicidade--

Quando concluídas, as seis unidades entregues até 2021 fornecerão 32 GWh de energia por ano, total semelhante ao consumo de 13,3 mil residências. Com essas medidas, o BB deixará de emitir cerca de 1,6 mil toneladas anuais de dióxido de carbono, o que equivale ao plantio de aproximadamente 4,5 mil árvores.

 

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Gosta de economia, assistir séries, filmes de ação e gosta de videogames. Editor no CenárioMT nos cadernos de Economia e Mundo, mas nem por isso deixa uma notícia regional em branco, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.
- Publicidade -

Lucas do Rio Verde

Logística
(VÍDEO) Vaz participa de inauguração do terminal ferroviário da Rumo Logística em Goiás
julho 27, 2021
PLANEJAMENTO E CIDADE
Lucas do Rio Verde: Investimentos em obras e projetos são divulgados pela LDO
julho 27, 2021