24.8 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 03 dezembro, 2020
Início VARIEDADES O que Orson Welles foi fazer em Fortaleza na década de 1940?

O que Orson Welles foi fazer em Fortaleza na década de 1940?

Por CenárioMT

O famosos diretor Orson Welles esteve no Brasil para gravar um filme que nunca foi lançado, que contaria a história de quatro pescadores cearenses

 

Os paraísos do nordeste são tão impressionantes que encantam brasileiros e até mesmo estrangeiros. Na década de 40, quem conheceu essas lindas terras foi um dos maiores diretores de cinema de Hollywood, Orson Welles.

Ele foi atraído até Fortaleza por conta de uma história que ouviu e o fez ficar tão interessado, que resolveu gravar um filme! Muitos brasileiros não sabem desse fato e outros ainda desconfiam da veracidade da história.

Apesar das desconfianças, é verdade, o próprio Orson Welles veio ao Brasil para rodar um novo filme. O nome por trás de Cidadão Kane se interessou pela história de quatro pescadores que buscavam uma vida melhor no Rio de Janeiro. Hoje

vamos falar sobre esse trajeto de Orson Welles pelo Ceará.

Quem foi Orson Welles

George Orson Welles foi um dos maiores cineastas norte-americanos do século XX. Iniciou sua brilhante carreira como ator, roteirista e produtor em Nova Iorque, no ano de 1934. Se consagrou não apenas no cinema, mas também por suas contribuições ao teatro e ao rádio.

Falando em rádio, você já deve ter ouvido falar do histórico episódio chamado de “A Guerra dos Mundos”. A “Guerra dos Mundos” causou um alvoroço nos Estados Unidos, pois a população acreditou que, o programa de rádio, que contava uma história de ficção sobre a invasão alienígena na terra, era legítima.

Foi a partir daí Welles se tornou um nome conhecido, com somente 20 anos de idade. Em seguida, Orson Welles iniciou sua carreira como cineasta bem-sucedido. Alguns dos principais títulos do diretor são:

  • Cidadão Kane (1941);
  • Soberba (1942);
  • O Estranho (1946);
  • A dama de Xangai (1947);
  • A marca da maldade (1958).

Excursão de Welles ao Nordeste brasileiro

Como é possível perceber diante das suas obras, Welles contava com uma curiosidade e inquietação ímpares. Associado ao seu gosto pessoal por fugir do comum, foi atraído ao Brasil na década de 1940, por conta de uma história de quatro pescadores cearenses.

A Fortaleza da época e seus 200 mil habitantes ficaram em polvorosa quando souberam que o famoso cineasta de Hollywood estava para chegar na cidade. E ainda por cima: fazer um filme por lá!

A história seria sobre a verdadeira saga de quatro pescadores – Tatá, Mané Preto, Jacaré e Mestre Jerônimo – que se lançaram nas águas até o Rio de Janeiro, sem contar com nenhum instrumento de navegação.

O objetivo deles era denunciar a situação miserável vivida pelos profissionais da mesma classe naquela época.

A história chegou aos ouvidos de Orson Welles cerca de um ano após a empreitada e o mesmo resolveu fazer dela um filme, nomeado de “It’s All True”. Entretanto, o que ninguém esperava – nem mesmo o próprio Welles – é que essa seria sua única obra inacabada.

O filme nunca ficou pronto. Apesar de Welles ter chegado a fazer filmagens no Brasil, algumas complicações políticas impediram que o filme fosse finalizado.

Tanto por parte do Governo dos Estados Unidos, quanto por parte do Governo Brasileiro, então comandado por Getúlio Vargas, a nova obra do queridinho de Hollywood sofreu um embargo, porque as imagens não agradaram aos dois lados.

Por um lado, Vargas não queria um Brasil de desigualdade e pobreza mostrado lá fora, por outro, a produtora responsável não gostou na quantidade de pessoas negras e pobres nas filmagens. Sendo assim, o filme não recebeu aval de ninguém para ser finalizado e lançado.

A Fortaleza de hoje

A capital do Ceará, assim como diversas outras cidades do Nordeste, é atualmente, sinônimo do turismo de praia no Brasil. Fortaleza conta com uma excelente estrutura para receber os turistas que buscam as águas quentes e claras do mar cearense para relaxar e curtir belos visuais.

Na época que Welles esteve aqui, a cidade era muito diferente e, certamente, não tão atrativa aos turistas. A situação social era de completo abandono, pois, o Governo Federal não investia no Nordeste, o que gerou uma grande pobreza e boa parte da população vivendo em condições terríveis.

Foi por conta desse cenário desesperador que os quatro pescadores de Welles resolveram largar tudo e arriscar suas vidas por uma viagem ao Rio de Janeiro. Sua intenção era denunciar o que estava acontecendo por lá.

Não se sabe se por causa do filme nunca ter sido finalizado, muitas pessoas que moram em Fortaleza nem sabem que Orson Welles esteve por lá.

Além de suas paisagens magníficas, a história do povo também é bastante emocionante. Se ainda não conhece, vale a pena conhecer a cidade que recebeu um dos maiores cineastas de todos os tempos.



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

Libertadores: Internacional é derrotado em casa pelo Boca Juniors

Internacional e Boca Juniors se enfrentaram na noite de hoje, quarta-feira, 02 em jogo de ida pela Taça Libertadores 2020. Libertadores: Palmeiras “mete” 5...

Secretário de Fazenda defende comércio de Mato Grosso em reunião com novo ministro do STF

O secretário de Fazenda, Rogério Gallo, participou nesta quarta-feira (02.12), de uma reunião virtual com o novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Kassio...

 Concessões de aeroportos, rodovias, portos e ferrovias entram no PPI

O Ministério da Infraestrutura informou nesta quarta-feira (2) que 35 projetos da pasta foram qualificados para inclusão no Programa de Parcerias e Investimentos (PPI)....

Dólar tem leve alta e fecha quarta-feira em R$ 5,24

O dólar fechou esta quarta-feira (2) em leve alta, encerrou o dia vendido a R$ 5,242, com alta de R$ 0,014 (+0,27%). A divisa chegou a...
Publicidade