MEC prorroga adesão ao programa Tempo de Aprender até 31 de agosto

Programa é voltado para aperfeiçoamento, apoio e valorização de professores e gestores escolares nas práticas de alfabetização

0
Agência Brasil

Estados e municípios têm até o dia 31 de agosto para manifestar interesse em aderir ao programa Tempo de Aprender, do Ministério da Educação (MEC). A adesão pode ser realizada no site alfabetizacao.mec.gov.br. Os secretários e dirigentes de educação devem preencher um formulário com informações, como CPF e e-mail. A iniciativa é voltada para o aperfeiçoamento de professores e gestores escolares do último ano da pré-escola e do 1º e 2º anos do ensino fundamental.

Mais de 3.800 estados e municípios já aderiram ao Tempo de Aprender, lançado no dia 18 de fevereiro pela Secretaria de Alfabetização do MEC. Construído com base na Política Nacional de Alfabetização, o programa é direcionado à aplicação de práticas baseadas em evidências científicas nacionais e estrangeiras que deram certo.

A iniciativa traça um plano estratégico para corrigir a rota das políticas públicas de alfabetização no País. “Estamos muito contentes com o número de adesões ao Programa; número que representa 60% dos estados e municípios brasileiros. Decidimos ampliar ainda mais o prazo devido ao momento pelo qual passamos, proporcionando assim a secretários e dirigentes uma oportunidade para se manifestarem sobre esse que é um dos programas mais robustos do Governo Federal”, afirma Carlos Nadalim, Secretário de Alfabetização, do Ministério da Educação.

A secretaria tem promovido reuniões regulares em um Grupo de Trabalho no qual lideranças representando as redes estaduais, municipais e distrital de educação, participam da elaboração de normativos importantes para o programa. O  Tempo de Aprender conta com quatro eixos, para dar aos alunos, já nos primeiros anos de estudo, a formação básica necessária para que exerçam a cidadania e alcancem o sucesso profissional.

Uma das iniciativas do Programa, o Curso de Formação em Práticas de Alfabetização, já conta com mais de 240 mil inscritos e 2,8 milhões de acesso. O curso é on-line e gratuito e pode ser feito por professores, pais, responsáveis e demais interessados.

Com informações do Ministério da Educação

Leia também: Resultado das loterias de hoje (21/09/2020)


Amazonia 03 de Junho