32.5 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 20 junho, 2021
InícioSAÚDEHarmonização facial pode gerar aberrações; conheça os riscos do procedimento

Harmonização facial pode gerar aberrações; conheça os riscos do procedimento

Por R7

A harmonização facial virou modinha entre os famosos. Muitos, inclusive, compartilham seu ‘antes e depois’ da intervenção nas redes sociais, prática que é proibida pelo Conselho Federal de Medicina e deixa fãs ainda mais alvoroçados na busca por um padrão de beleza inalcançável.

Essa divulgação sem moderação é apontada como um problema pela cirurgiã plástica Juliana Sales, especialista em cosmiatria, ramo da dermatologia focado em questões estéticas. A médica alerta para os riscos advindos da banalização da técnica que, de acordo com ela, corresponde a um conjunto de procedimentos estéticos já realizados há muito tempo.


--Continua depois da publicidade--

“[Harmonização facial] nada mais é do que fazer um embelezamento através do uso da toxina botulínica e do ácido hialurônico, além de alguns outros elementos, como bioestimuladores de colágeno e fios de sustentação”, explica ela.

“A grande questão é que, quando começa a cair na mídia, a coisa fica banalizada, no sentido de ser recorrente e não realizada por profissionais qualificados. Começou-se a criar algumas receitas de bolo: todo mundo com muita mandíbula, o nariz empinado. E disso resultam aberrações e complicações”, pondera.

Assimetria, queda da pálpebra, necrose e cegueira

De acordo com ela, os riscos em decorrência da aplicação de toxina botulínica – conhecida popularmente como botox – não se restringem à aparência e podem incluir problemas funcionais ao organismo, dependendo da região do rosto em que o produto for aplicado.

“Pode dar um resultado estético ruim, como arquear demais ou provocar assimetrias nas sobrancelhas e ptose palpebral (queda ou fechamento da pálpebra superior]”, exemplifica. “Dependendo da região da boca, pode gerar dificuldade para beber água e falar”, acrescenta.


--Continua depois da publicidade--

Juliana destaca que as complicações causadas pelo ácido hialurônico, que serve para fazer preenchimentos a fim de promover o rejuvenescimento da face, podem ser ainda mais graves, por isso, sua utilização exige um conhecimento aprofundado de anatomia e do sistema circulatório.

“Se você injetar o produto dentro de uma artéria, vai impedir que o sangue chegue àquela região e causar necrose [morte de células ou tecidos]. Isso pode ocorrer no nariz, no lábio, no bigode chinês [linha de expressão que se forma entre o nariz e o canto da boca]”, explica.

A cirurgiã ainda chama a atenção para a realização de preenchimento na glabela, região que fica entre as sobrancelhas. “Ali é arriscado porque passa uma artéria que irriga o olho, então, se pegar ali [na artéria], a pessoa pode ficar cega”, alerta.

Juliana afirma que esses problemas têm se tornado cada vez mais frequentes, o que é uma consequência do aumento da realização do procedimento, daí a importância de procurar alguém devidamente qualificado na hora de fazer uma intervenção estética.

A SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) enfatiza que os procedimentos estéticos envolvidos na harmonização facial variam conforme a análise do profissional e o objetivo do paciente, mas todos eles são considerados um ato médico, de acordo com a Lei 12842/13. Portanto, devem ser realizados somente por cirurgiões plásticos e dermatologistas.

‘Cada face é única’

Juliana acrescenta que, além da escolha de um profissional adequado, para garantir que a harmonização facial seja segura e bem-sucedida, é preciso respeitar características peculiares.

“Cada face é única, então, quando a gente vai fazer harmonização facial, tem de preservar a naturalidade e respeitar as individualidades da pessoa. Você não pode querer enquadrar todo mundo em um padrão”, conclui.


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

IMPORTUNAÇÃO SEXUAL
Passageiro de Lucas do Rio Verde ‘passa mão’ em idosa durante viagem de ônibus
junho 20, 2021
Lucas do Rio Verde
Agentes de Saúde e Atenção Básica recebem capacitação em Lucas do Rio Verde
junho 19, 2021