Aumenta número de mulheres em cargos de liderança no Brasil. Saiba como se destacar

Esse aumento não é apenas fruto de medidas de equidade, mas também do fato de que as mulheres estão se posicionando mais no mundo empresarial, explica a empresária brasileira de destaque nos Estados Unidos, Sophia Utnick-Brennan

Fonte:

image 68
© Divulgação/Freepik

De acordo com o estudo “Mulheres no Mercado de Trabalho” da CNI – Confederação Nacional da Indústria, com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADc), a presença feminina em cargos de liderança aumentou 9,5% entre 2013 e 2023.

De acordo com a empresária brasileira de destaque nos Estados Unidos, Sophia Utnick-Brennan, esse aumento é positivo e é fruto não só de medidas de equidade, mas de um maior posicionamento pessoal das mulheres no meio empresarial.

É um avanço positivo ver mais mulheres em cargos de liderança no Brasil. Isso mostra que elas estão conseguindo mais oportunidades e se qualificando melhor no meio empresarial. Essa mudança não só traz novas perspectivas, mas também cria ambientes de trabalho mais justos”, afirma.

[-CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE-]

Como se destacar no mundo empresarial?

Para Sophia Utnick-Brennan, o grande segredo das mulheres que se destacam como líderes no mundo dos negócios é o aprendizado constante.

No mundo empresarial, se destacar é muito sobre aprender continuamente e desenvolver habilidades como liderança e comunicação eficaz. O mundo empresarial está sempre em constante mudança, por isso, se você quiser se destacar e se manter é preciso ter um desenvolvimento contínuo”.

Estar atento às novas necessidades do mercado e buscar oportunidades de crescimento são passos muito importantes para se tornar uma líder de sucesso. Ser flexível diante das mudanças é o maior diferencial que algum profissional pode ter ao longo do tempo”, explica.

Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues, Colunista do Cenário MT é um Pós-doutor e PhD em neurociências eleito membro da Sigma Xi, The Scientific Research Honor Society e Membro da Society for Neuroscience (USA) e da APA - American Philosophical Association, Mestre em Psicologia, Licenciado em Biologia e História; também Tecnólogo em Antropologia com várias formações nacionais e internacionais em Neurociências e Neuropsicologia. É diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito (CPAH), Cientista no Hospital Universitário Martin Dockweiler, Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, Membro ativo da Redilat, membro-sócio da APBE - Associação Portuguesa de Biologia Evolutiva e da SPCE - Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. Membro Mensa, Intertel e Triple Nine Society, sociedades de pessoas com alto QI.