23.9 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 16 janeiro, 2022
Publicidade
InícioSAÚDEGoverno lança sistema inédito de mapeamento em educação na saúde

Governo lança sistema inédito de mapeamento em educação na saúde

A ferramenta permitirá a coleta e sistematização de dados para aprimorar a qualidade dos cursos técnicos e de graduação na área
Por CenarioMT

 O Ministério da Saúde lançou, nesta quinta-feira (6), o Sistema de Mapeamento em Educação na Saúde (Simapes), que permitirá a coleta e a sistematização de informações sobre a educação em saúde no Brasil e aprimorar a qualidade dos cursos técnicos e de graduação na área.

A ferramenta inédita reúne informações de bancos de dados do Ministério da Saúde, do Ministério da Educação, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e do Contrato Organizativo de Ação Pública de Ensino-Saúde (Coapes).


--Continua depois da publicidade--

Será possível monitorar, organizar, avaliar e compartilhar esses dados no portal oficial do Simapes, disponibilizando informações de interesse público para a sociedade, os pesquisadores e o Ministério da Educação.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, destacou a importância do sistema para aprimorar a qualidade dos cursos de saúde e a formação dos profissionais. “Essa é uma entrega realmente de peso. Está se falando sobre o padrão das pessoas que são formadas, do resultado efetivo de tudo que se investe nisso, público e particularmente, da dedicação das pessoas ao longo da vida e do resultado no final na ponta da linha”, afirmou o ministro.

A partir da sistematização de informações do Simapes, poderão ser feitas análises e produzidos diagnósticos dos cursos técnicos e de graduação na área da saúde. E usar esse material em medidas para melhorar a qualidade da educação em saúde no país, como, por exemplo, em mudanças curriculares, controles de admissão e comprovação de instalações adequadas para o funcionamento dos cursos.

“O sistema vai estar de uma forma clara no nosso site, de contato direto, de hiperlink e, a partir daí, sim, poderemos observar e dar subsídio para que todos nas suas áreas possam melhorar cada vez mais”, disse o ministro Eduardo Pazuello.


--Continua depois da publicidade--

As informações ainda poderão subsidiar o Ministério da Educação para a abertura de novos cursos na área de saúde. O sistema vai ajudar a identificar as demandas e necessidades de cada região, além de ser possível observar se o local ou o serviço de saúde possui estrutura necessária para ampliar ou criar cursos, como condições essenciais para aulas práticas, por exemplo.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Simapes é um passo importante para a reorganização da formação em saúde no país e trará ganhos para os profissionais, o Governo Federal e a população. Quem busca formação na área de saúde terá mais informações para encontrar uma formação de qualidade, o Governo Federal ganha mais um instrumento para estabelecer políticas públicas de educação e saúde e a população terá mais qualidade na prestação do serviço público.

 

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!

Publicidade

Redes sociais

107,352FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,120SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

ATUALIZAÇÃO
Covid-19: Saúde de Lucas do Rio Verde confirma 35 novas notificações e número de casos ativos chega a 285
janeiro 16, 2022
LEI MARIA DA PENHA
Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil após agredir companheira com pedaço de madeira em Lucas do Rio Verde
janeiro 16, 2022
Covid em crianças
Profissionais da Saúde de Lucas do Rio Verde participam de reunião para tratar da vacinação contra a Covid em crianças
janeiro 16, 2022
Lucas do Rio Verde
Equipe de Esporte e Lazer visita local onde será construído o Complexo Esportivo de Lucas do Rio Verde
janeiro 16, 2022