37.1 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 25 setembro, 2021
InícioESPORTESTreze anos depois, Juventude está de volta à Série A do Brasileiro

Treze anos depois, Juventude está de volta à Série A do Brasileiro

Equipe de Caxias do Sul (RS) derrotou o Guarani por 1 a 0 no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Juventude sobe para primeira divisão junto de América-MG, Chapecoense e Cuiabá.
Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional  - São Paulo

Campeão da Copa do Brasil de 1999, o Juventude está de volta à elite do Campeonato Brasileiro após 13 anos. Nesta quarta-feira (29), a equipe de Caxias do Sul (RS) derrotou o Guarani por 1 a 0 no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), pela 38ª e última rodada da Série B. O triunfo garantiu ao Papo a última vaga pendente à Série A de 2021. América-MG, Chapecoense e Cuiabá também conquistaram o acesso.

Rebaixado da elite em 2007, o Alviverde caiu em 2009 para a Série C e, no ano seguinte, desceu à quarta divisão. Foram três temporadas no último nível do futebol brasileiro até o acesso em 2013, com o vice-campeonato da Série D. O retorno à Série B demorou três anos. Em 2018, porém, o time sofreu uma nova queda à Série C. Desta vez, porém, o Juventude bateu e voltou, retomando o lugar na Série B já para 2020.


--Continua depois da publicidade--

Apesar do Juventude ser o mais interessado na partida, foi o Guarani que quase abriu o placar, em chute cruzado do atacante Waguininho, aos quatro minutos, defendido pelo goleiro Luís Carlos. Aos poucos, os gaúchos se encontraram no jogo e, na primeira boa investida, saíram na frente. Aos 29 minutos, após uma bola roubada pelo atacante Matheuzinho, o meia Renato Cajá dominou e soltou a bomba de antes da meia-lua, marcando um golaço.

No segundo tempo, o Papo recuou as linhas para sair no contra-ataque. Aos 16 minutos, Matheuzinho balançou as redes após desvio do atacante Rafael Grampola, mas a arbitragem viu impedimento de Grampola e anulou o gol. Aos 25 minutos, o atacante Rogério parou em uma defesa de Gabriel com os pés. O goleiro bugrino apareceu de novo no lance seguinte ao defender uma cabeçada forte do zagueiro Emerson Silva, quase na pequena área.

Nos minutos finais, o Guarani até esboçou uma pressão atrás do empate, mas a defesa gaúcha se portou bem e garantiu a vitória e o acesso à primeira divisão.


--Continua depois da publicidade--

O Juventude encerrou a participação na Série B na terceira posição, com os mesmos 61 pontos do Cuiabá, ficando à frente pelo saldo de gols (dez a oito). Com 48 pontos, o Guarani se despediu da competição no 13º lugar. O Bugre chegou a flertar com a briga pelo acesso, mas os sete jogos sem vencer (com cinco derrotas seguidas) distanciaram os paulistas do G-4.

CSA fica no “quase”

Além do Juventude, outras duas equipes sonhavam com a vaga restante à Série A de 2021, mas dependiam de um tropeço dos gaúchos para terem chance. Ainda assim, CSA e Avaí sequer conseguiram fazer as lições de casa. Os catarinenses foram derrotados pelo América-MG por 2 a 1. Os alagoanos empataram com o Náutico, por 1 a 1.

Precisando da vitória, o CSA teve dificuldades para criar oportunidades no primeiro tempo. Quando conseguiu, em chute do meia Gabriel, da entrada da área, aos cinco minutos, o goleiro Anderson defendeu. À medida que o jogo equilibrou, quem se deu melhor foi o Náutico. Aos 38 minutos, o atacante Erick invadiu a área pela esquerda, fez fila e bateu no canto, abrindo o marcador.

O Azulão conseguiu o empate aos 13 minutos da segunda etapa com Pedro Lucas, que driblou Anderson antes de mandar na rede. O atacante havia acabado de entrar. O gol animou o CSA, que passou a dominar as ações ofensivas, mas sem conseguir a virada. De qualquer forma, a vitória do Juventude em Campinas impediria o retorno dos alagoanos à Série A.

Goleadas em destaque

Nos demais jogos da rodada, destaque para a goleada da Ponte Preta, por 7 a 2, sobre o rebaixado Figueirense no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Quem também atropelou foi o CRB, que bateu o Cuiabá por 4 a 1 no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Garantido na primeira divisão e envolvido com a Copa Verde, que dá ao campeão uma vaga direta à terceira fase da Copa do Brasil, o Dourado foi a campo com time misto.

No Estádio Castelão, em São Luís, o Sampaio Corrêa derrotou o lanterna Oeste por 1 a 0. Mesmo placar da vitória do Operário-PR sobre outro dos rebaixados à Série C, o Botafogo-SP, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP). Já no Estádio Durival Britto, em Curitiba, o empate sem gols entre Paraná e Cruzeiro marcou o fim da melancólica participação de ambos na Série B. A Raposa permanece mais um ano na divisão, enquanto o Tricolor disputará o terceiro nível do futebol nacional em 2021.

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.

Redes sociais

107,335FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,040SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Vida Nova II
Mais de 400 denúncias já foram registradas após sorteio de Projeto Habitacional em Lucas do Rio Verde
setembro 25, 2021
Lucas do Rio Verde
Vacinação Covid-19: Confira a programação de SEGUNDA DOSE para a próxima semana
setembro 25, 2021
Lucas do Rio Verde
Curso de crochê em barbante inspira moradoras de Lucas do Rio Verde
setembro 25, 2021
PRESOS POR RECEPTAÇÃO
Polícia Civil de Lucas do Rio Verde recupera equipamentos avaliados em R$ 80 mil
setembro 24, 2021