30.4 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 24 julho, 2021
InícioMUNDOSecretário diz que maníaco tem ‘ritual’ e ia matar família feita refém...

Secretário diz que maníaco tem ‘ritual’ e ia matar família feita refém em Goiás: ‘Leva para o rio, manda tirar as roupas e mata’

Por Guilherme Rodrigues, G1 GO

O secretário de segurança pública, Rodney Miranda, informou na noite desta terça-feira (15) que Lázaro Barbosa, suspeito de matar uma família de Ceilândia, também pretendia matar um casal e a filha de 16 anos ao fazê-los reféns nesta tarde, na região de Cocalzinho de Goiás. O secretário disse ainda que criminoso tem um ritual para atacar as vítimas.

“Ele leva para beira do rio, manda tirar as roupas e uns ele acaba matando. Acredito que esse seria o destino dessa família hoje”, disse secretário durante entrevista coletiva.

 


--Continua depois da publicidade--

A família foi resgatada pela corporação por volta das 15h, após a adolescente conseguir enviar uma mensagem para um policial pedindo socorro. Segundo o secretário, quando a equipe chegou ao local, Lázaro já tinha levado a família para beira de um córrego da região e houve uma troca de tiros.

“Houve um confronto e ele teve a oportunidade de ver os policiais chegando. Quando chegaram muito perto, ele atirou. Atingiu um policial no rosto e fugiu pulando um barranco. Os policiais salvaram a vida dessa família, se eles não tivessem chegado poderia ter acontecido o pior”, informou.

 

Um áudio de uma parente mostra que a família viveu momentos de pânico enquanto era feita refém e que chegou a ser coberta com folhas pelo suspeito. O delegado Raphael Barboza informou que a família foi resgatada sem ferimentos e que passa bem.

“Ele falou que ia matar os três. Quando viu o helicóptero deitou eles no chão e os taparam com folhas. Quando a polícia chegou por terra, ele atirou contra a polícia. A polícia atirou, atirou, atirou, em tempo de pegar no meu irmão, na minha cunhada deitados no chão. Deus livrou a vida deles. Ficou só o trauma. Está todo mundo bem”. narrou.

Dois policiais baleados

Dois policiais foram baleados nesta terça-feira durante as buscas pelo suspeito. De acordo com Corpo de Bombeiros, os militares foram atingidos com tiros de raspão e estão sendo atendidos em hospitais goianos.


--Continua depois da publicidade--

O primeiro policial foi ferido pela manhã, no povoado de Edilândia, na região do Entorno do DF. De acordo com o capitão dos bombeiros Maurílio Correia Cesar, o agente foi atingido de raspão e encaminhado ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia.

Já o segundo policial foi baleado por volta das 15h, na mesma região. Os bombeiros informaram que ele é um sargento da Polícia Militar e que foi atingido com um tiro de raspão no rosto. A corporação disse ainda que o tenente foi encaminhado consciente e de helicóptero para um hospital de Anápolis, a 55 km de Goiânia. A SSP informou que ele passa bem.

A fuga

De acordo com a Polícia Militar, durante os seis dias de fuga, ele invadiu chácaras, atirou em quatro pessoas, das quais duas estão em estado grave, furtou um carro e o abandonou na BR-070.

Imagens de uma câmera de vigilância, divulgadas nesta terça-feira, mostram o suspeito se escondendo da polícia em um galpão de uma chácara em Cocalzinho de Goiás. Testemunhas relatam que ele dormiu no local e não ameaçou ninguém.

Os homicídios contra a família do DF foram cometidos na quarta-feira (9). Ele é suspeito de assaltar a fazenda e matar a tiros e a facadas os integrantes da família:

  • empresário Cláudio Vidal, de 48 anos;
  • Gustavo Vidal, de 21 anos – filho do casal;
  • Carlos Eduardo Vidal, de 15 anos – filho do casal;

 

Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos – a mulher do empresário foi sequestrada e morta. O corpo foi achado no sábado (12), em uma mata próxima à casa da família.

Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Lucas do Rio Verde: desrespeito às interdições pode comprometer qualidade de asfalto
julho 24, 2021
Mato Grosso
Construção da ferrovia que vai ligar Rondonópolis a Cuiabá e Rondonópolis a Nova Mutum e Lucas do Rio Verde é destaque nacional
julho 24, 2021