22.7 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 18 setembro, 2021
InícioMUNDOSão Paulo anuncia calendário de vacinação para adolescentes

São Paulo anuncia calendário de vacinação para adolescentes

Para os jovens de 12 a 17 anos será aplicado, exclusivamente, o imunizante da Pfizer, única vacina autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária para essa faixa etária.
Por Fernanda Cruz- Repórter da Agência Brasil - São Paulo

O calendário com as datas para vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos foi divulgado hoje (18) no estado de São Paulo. A previsão é imunizar os maiores de 12 anos até meados de setembro. Para esses jovens será aplicado, exclusivamente, o imunizante da Pfizer, única vacina autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para essa faixa etária.

Hoje, foram vacinadas no estado pessoas de 16 a 17 anos com comorbidades ou deficiências, além de grávidas e puérperas; o grupo será imunizado até o dia 25 de agosto. A próxima faixa etária a receber a vacina é de 12 a 15 anos (também com comorbidades ou deficiências, além de grávidas e puérperas) a partir do dia 26.


--Continua depois da publicidade--

Na última fase de vacinação dos adolescentes, o público de 15 a 17 anos será vacinado a partir do dia 30 de agosto. Quem tem entre 12 e 14 anos recebe a imunização a partir de 6 de setembro.

Intervalo da Pfizer

De acordo com o governador João Doria, o intervalo entre a aplicação da primeira e segunda doses da vacina da Pfizer poderá ser reduzido de 90 para 21 dias em todo o estado de São Paulo. Para isso, são aguardadas mais doses da Pfizer pelo Ministério da Saúde. O objetivo, com a mudança, é aumentar a proteção contra a variante delta.

Em entrevista à imprensa, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse hoje (18) que o ministério equilibra a distribuição de vacinas entre os estados e o Distrito Federal e que os entes federados devem observar o intervalo entre as doses, que varia de acordo com cada imunizante.

“É fundamental que se observe o intervalo de vacinação entre as doses, para que possamos entregar as vacinas com a pontualidade desejada. Porque, se cada estado, cada município, resolver fazer a sua própria regra, o Ministério da Saúde não consegue entregar as vacinas com a tempestividade devida e isso atrasará a nossa campanha nacional de imunização”, disse o ministro.


--Continua depois da publicidade--

De acordo com o ministério, as doses são enviadas aos estados levando em consideração a população, acima de 18 anos, que ainda não foi vacinada em cada unidade da Federação.

A Agência Brasil solicitou posicionamento do Ministério da Saúde e aguarda resposta.

Edição: Valéria Aguiar

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.

Redes sociais

107,314FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,036SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Prefeitura de Lucas do Rio Verde publica novo decreto e atualiza medidas contra a Covid-19
setembro 17, 2021
CENSO
Prefeito diz que população de Lucas do Rio Verde é bem maior que a estimativa divulgada pelo IBGE
setembro 17, 2021
Vida Nova II
10 cadastros foram desclassificados nos últimos dias em Lucas do Rio Verde
setembro 17, 2021
Lucas do Rio Verde
Feirantes de Lucas do Rio Verde apresentam necessidades e Agricultura estuda parceria com Sebrae
setembro 17, 2021