23.1 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 19 junho, 2021
InícioMUNDORio premia policiais que cumpriram metas de redução de criminalidade

Rio premia policiais que cumpriram metas de redução de criminalidade

Por Akemi Nitahara - Repórter da Agência Brasil

Cerca de 60 mil policiais civis, militares e servidores da segurança pública do Rio de Janeiro que atingiram as metas de redução dos indicadores de criminalidade receberam prêmios hoje (27) em cerimônia na Cidade da Polícia. O pagamento referente ao Sistema de Metas e Acompanhamento de Resultados (SIM) estava suspenso desde 2015. Foram entregues hoje os prêmios de produtividade, boas práticas e de integração relativos a sete ciclos, do primeiro semestre de 2015 ao primeiro semestre de 2018.

Criado em 2009, o SIM premia os batalhões por sua atuação na redução de letalidade violenta, que inclui homicídio doloso, morte por intervenção legal, latrocínio e lesão corporal seguida de morte; roubo de veículo; e roubo de rua, que inclui roubo a transeunte, roubo de celular e em coletivos.


--Continua depois da publicidade--

O valor total da premiação chegou a R$ 304 milhões, tendo sido quitadas as gratificações até o primeiro semestre de 2017. A premiação é dividida em três níveis: Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP), as Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) e para as Unidades Especiais.

Na cerimônia, o secretário de Segurança, general Richard Nunes, afirmou que o estado passava por uma ação deliberada para enfraquecer as polícias, mas que com a intervenção federal foi possível recuperar as corporações e voltar a pagar o sistema de metas.

“Nós encontramos um quadro de desmotivação, órgãos de policiais combalidos, com deficiências materiais, desestruturados e com pouca esperança no futuro. O general Braga Netto determinou claramente os objetivos de recuperação da capacidade operativa dos órgãos de segurança pública e a redução dos índices de criminalidade. Nós nos propusemos a algo estruturante e a palavra de ordem desde o primeiro momento era a integração entre as polícias.”

De acordo com o interventor federal, general Walter Braga Netto, a parceria com o governo do estado foi fundamental para retomar as premiações, segundo ele, muito importantes para reconhecer o bom trabalho policial. Para Braga Netto, o principal legado da intervenção, que se encerra no dia 31 de dezembro, é a integração das duas instituições bicentenárias, as polícias Civil e Militar do estado, e a melhoria da gestão dos órgãos.


--Continua depois da publicidade--

“Eu vejo aqui na minha frente hoje duas instituições com mais de 200 anos, que têm valores e uma tradição. Quando nós chegamos, a minha grande preocupação era que os senhores não nos vissem como uma nova equipe que vem para auxiliá-los, que não nos vissem como intervenção, mas como uma janela de oportunidade. O mais importante é vocês terem a consciência de que são instituições de Estado e que são complementares. Que nenhum busque a preponderância e os holofotes, mas que trabalhem juntos, porque juntos vocês conseguem atingir as metas. Vocês são heróis que se dedicam ao bem-estar da população”.

O governador Luiz Fernando Pezão lembrou das dificuldades enfrentadas em sua gestão com o que qualificou como a maior crise financeira vivida pelo país e, em clima de despedida, afirmou que vai entregar o cargo com todas as contas em dia.

“Está tudo caminhando, na semana que vem eu dou a data para o pagamento do décimo terceiro. Vamos fazer com muita tranquilidade, muita calma, estamos botando tudo em dia. Estou indo para o último mês, mas vou trabalhar muito até o dia 31 de dezembro, tenho um calendário de inaugurações de obras pelo estado todo. Tivemos uma das arrecadações que mais cresceram no país e uma das maiores reduções de gastos, cresceu quase 11% em média e reduzimos de 5% a 7% as despesas, mês a mês”.

Edição: Lílian Beraldo


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Agentes de Saúde e Atenção Básica recebem capacitação em Lucas do Rio Verde
junho 19, 2021
LUTO
Com mais dois óbitos, Lucas do Rio Verde chega 166 mortes por Covid-19
junho 19, 2021