“Viemos para traçar os trabalhos que serão desenvolvidos com os reeducando em Sorriso neste ano. São vários projetos que temos para ser implantados por meio dessa parceria entre Executivo e Judiciário, sempre visando uma Sorriso mais segura, mais agradável e mais bonita para que as famílias tenham um lugar cada vez mais agradável para se morar. Essa parceria já deu frutos e deve continuar”, afirma a juíza Emanuelle Chiaradia Navarro.


--Continua depois da publicidade--

O diretor de Policia Penal, Enilson de Castro, ressalta que a ação está sendo uma oportunidade de mudança de vida e reinserção dos reeducandos na sociedade. “Esta é uma forma de ajudar o município com a mão de obra dos reeducandos que, além de deixarem esta contribuição para a cidade, eles ainda contam com a redução de pena, sendo que, a cada três dias de trabalho, resultam em um dia a menos de encarceramento”, explica.

O “Mão Amiga” foi implantando por meio do Projeto de Lei 2974/2019, que autorizou o Poder Executivo Municipal a firmar Termo de Acordo de Cooperação com a Fundação Nova Chance (FUNAC) e o Conselho da Comunidade da Comarca de Sorriso, por intermédio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP). Hoje são 63 presos em atividade junta à Administração Municipal.

“Os reeducandos passam por uma avaliação psicológica e uma análise de comportamento. Só após a aprovação é que são colocados a disposição do município para trabalhar em vários departamentos da Prefeitura”, pontua o secretário de Segurança, Trânsito e Defesa Civil, José Carlos Moura, que fala sobre a reunião: “Viemos agradecer ao judiciário pela parceria. Esta foi uma oportunidade para aprimorarmos os projetos existentes e alinharmos os novos projetos para este ano”.

Para o prefeito em exercício, o objetivo da Administração Municipal é ampliar a demanda dos serviços prestados pelos reeducandos. “Queremos reformular o Horto Municipal e ampliar a demanda dos serviços prestados pelos reeducandos. Para este ano, nossa idéia é atender a nossa população com a doação de mudas e ainda assim manter nossos canteiros florescendo. Esta foi uma parceria que deu certo e vamos reformular para dar mais resultados para nossa sociedade”, frisa Gerson Bicego.


--Continua depois da publicidade--

Os reeducandos de Sorriso executam serviços no Horto Florestal Sebastião Almeida da Silva, na Fábrica Municipal de Artefatos, e auxiliam na revitalização em escolas, unidades de saúde, sinalização das ruas, entre outros afazeres.