Padre é morto com golpes de faca de cozinha por morador de rua na Itália

0
Don Roberto Malgesini. Crédito: foto do Semanário da Diocese de Como

Um padre foi assassinado a facadas na Praça São Rocco na cidade de Como, na Itália.

O sacerdote Roberto Malgesini, 51 anos, foi morto por um suposto morador de rua de origem tunisiana com problemas mentais, ele usou uma faca de cozinha para golpear o padre, que foi abandonada ao lado do corpo. Ele se entregou à polícia com as roupas ainda manchadas de sangue.

Don Malgesini era conhecido na cidade por seu compromisso em favor dos migrantes. 

O sacerdote faleceu antes da chegada da ambulância. Colaborador da comunidade pastoral Beato Scalabrini, prestava serviço em Como São Roco. Era um pároco de rua, sempre disposto a fazer o possível para ajudar quem não tem nada. Se encontrasse uma pessoa com problemas de saúde, ele os leva pessoalmente ao médico em seu carro.

O assassinato

A partir de uma reconstrução inicial do assassinato, Don Roberto Malgesini estava iniciando sua rodada de distribuição de cafés da manhã. Debaixo da casa, na reitoria de San Rocco. Provavelmente o padre encontrou o assassino esperando por ele: era uma pessoa que Dom Roberto conhecia, um morador de rua a quem prestava assistência e com quem parece que também se dava bem. Resta entender o que aconteceu entre os dois, pois não haveria testemunhas do ataque.

Dom Roberto foi atingido por várias facadas, a letal no pescoço: o corpo estava a cerca de vinte metros do carro, onde há uma pequena clareira onde costumam ser encontrados os imigrantes. Depois de ter ferido mortalmente o padre, o assassino foi a pé na delegacia, que fica a cerca de 400 metros de San Rocco. Ao longo do caminho, há gotas de sangue deixadas pelo assassino. (com informações do site Il Messaggero na Itália)

 

Leia também: Resultado das loterias de hoje (20/09/2020)


Amazonia 03 de Junho