31.9 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 28 setembro, 2021
InícioMUNDOO que se sabe sobre paralisação de caminhoneiros

O que se sabe sobre paralisação de caminhoneiros

Por BBC News
  • As manifestações não são comandadas por tradicionais entidades e lideranças de caminhoneiros;
  • Em vídeos nas redes sociais, caminhoneiros autônomos dizem apoiar pautas de Bolsonaro;
  • Presidente pediu a apoiadores em Brasília que os caminhoneiros não parassem, temendo consequências sociais e econômicas graves

Depois da madrugada com bloqueios de caminhoneiros em rodovias federais de ao menos 15 estados, o movimentos começava a perder força no início da manhã desta quinta. Em São Paulo, por exemplo, segundo informações de autoridades paulistas, não havia mais nenhum trecho bloqueado.

Até o início da manhã desta quinta, as interdições atingiam os seguintes estados: RJ, BA, GO, MA, MG, PA, RS, SC e TO. Na maioria dos locais, apenas carros pequenos, veículos de emergência e cargas de alimentos perecíveis estão tendo o trânsito liberado pelos manifestantes.


--Continua depois da publicidade--

As manifestações não são comandadas por tradicionais entidades e lideranças de caminhoneiros, que recentemente refutaram participar dos atos a favor do presidente Jair Bolsonaro.

A paralisação tem sido organizada em grupos de WhatsApp, e não tem ligação com entidades de classe dos trabalhadores.

Em vídeos nas redes sociais, caminhoneiros autônomos dizem apoiar pautas de Bolsonaro e creditam o aumento dos combustíveis aos governadores, além de fazer ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Ao longo do dia, porém, o presidente pediu a apoiadores em Brasília que os caminhoneiros não parassem, temendo consequências sociais e econômicas graves da interrupção no transporte. Em áudio enviado a manifestantes, ele afirmou que a ação prejudica a economia e a população inteira, especialmente os mais pobres, ao provocar desabastecimento e inflação. “Deixa com a gente em Brasília aqui e agora. Mas não é fácil negociar e conversar por aqui com autoridades. Não é fácil. Mas a gente vai fazer a nossa parte aqui e vamos buscar uma solução para isso.”


--Continua depois da publicidade--

Em mensagem a caminhoneiros, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou que “há uma preocupação de todos com a resolução de problemas graves, mas a gente não pode tentar resolver um problema criando outro”.

Em uma das publicações nas redes, um caminhoneiro afirma que o Supremo “é uma milícia” e que o grupo não vai aceitar que o país “seja comandado por 11 ministros”.

Em outro, um caminhoneiro diz que caminhões com cargas não vão passar por estrada na Bahia. “Não está passando caminhão vazio, só passa ônibus, carro pequeno e carga perecível”, diz.

Segundo Wallace Landim, conhecido como Chorão e presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores, a paralisação desta quarta não é voltada para pautas da categoria e tem caráter político-partidário a favor do presidente Bolsonaro.

“Não estamos participando, porque entendemos que a paralisação é um movimento político. Não tem uma pauta voltada para a categoria. Nossa categoria é muito polarizada, tem gente de esquerda, direita, apartidária. Não tem como levantar um movimento desses com o nome dos caminhoneiros”, diz ele, que participou de mobilizações anteriores.

“Está muito claro que esse movimento de hoje tem o pessoal do agronegócio bem forte junto. Em Brasília, 90% dos caminhões eram de empresa ou de pessoas que trabalham para o agro”, diz.

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!

Redes sociais

107,351FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,041SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Regularização de débitos para MEI termina nesta quinta-feira, dia 30 em Lucas do Rio Verde
setembro 28, 2021
Lucas do Rio Verde
Programa Mais MT Muxirum motiva adultos a ler e escrever em Lucas do Rio Verde
setembro 28, 2021
Lucas do Rio Verde
Vida Nova II: Prazo para realização de denúncias termina na próxima quinta-feira (30)
setembro 28, 2021
Lucas do Rio Verde
Quase 70% das empresas abertas em Lucas do Rio Verde esse ano são MEIs, aponta CAE
setembro 28, 2021