PRF na Bahia realiza o I Curso Introdutório de Direitos Humanos – CIDH

0

A capacitação ocorreu nos dias 02 a 04 de abril no auditório da Sede da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal na Bahia, localizada em Salvador, e teve por objetivo qualificar os membros das Bases Descentralizadas no âmbito das Delegacias e da Subcomissão de Valorização da Mulher que compõem a estrutura da Comissão Regional de Direitos Humanos.

A abertura do evento contou com a presença do Superintendente Regional Substituto, Jeferson Almeida Moraes, e durante o curso também participaram o Presidente Comissão Nacional de Direitos Humanos, Igor de Carvalho Ramos, a Presidente da Comissão Regional, Liamara Cararo Pires, além dos instrutores dos quadros da instituição, Laura Barbosa dos Anjos Pereira, de Brasília (DF), e Edésio Portes da Silva, do Rio de Janeiro (RJ).

 

Foram ministrados pelos instrutores os temas de Direitos Humanos, desde a estrutura das Comissões Regionais e os papeis das Bases Descentralizadas, Direitos dos Servidores, Grupos de Vulneráveis (trabalho escravo, crianças e adolescentes em situação de exploração sexual, tráfico de pessoas, gênero) e o funcionamento e estrutura do Projeto MAPEAR.

 

A iniciativa do curso está alinhada ao planejamento estratégico da Polícia Rodoviária Federal no que tange ao eixo “Segurança com Cidadania” e o compromisso da instituição em “intensificar ações de garantia e promoção de Direitos Humanos”. Com a capacitação dos servidores que atuam nas Unidades Operacionais da PRF no estado baiano é possível fortalecer o compromisso institucional, intensificar a fiscalização voltada ao combate às situações que atentem contra a dignidade humana bem como, incrementar os mecanismos de atendimento às vítimas.

Além da parte teórica, para os 24 servidores participantes, foram promovidas dinâmicas de grupo e debates com o objetivo de exercitar a empatia, promover reflexões e sugerir soluções na área de direitos humanos, no que toca à criação de canais eficientes de comunicação e atendimento, tanto para o público interno quanto para o público externo, demonstrando a importância do papel dos órgãos de Segurança Pública na promoção e defesa dos Direitos Humanos.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (20/09/2020)


Amazonia 03 de Junho