23.3 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 05 março, 2021
Início MUNDO NACIONAL Avô e neta morrem carbonizados após motorista embriagado atingir carro da família...

Avô e neta morrem carbonizados após motorista embriagado atingir carro da família em BH

Teste do bafômetro confirmou embriaguez de motorista, que pode ter se envolvido em um racha. Carro das vítimas explodiu.
Por Por Guilherme Pimenta, G1 Minas — Belo Horizonte

Avô e neta morreram carbonizados depois que um motorista embriagado e em alta velocidade atingiu o carro da família na noite desta sexta-feira (15), no bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte. O veículo das vítimas explodiu.


--Continua depois da publicidade--

Uma suposta disputa em alta velocidade entre dois motoristas pode ter provocado o acidente, que deixou outras duas pessoas feridas, todas da mesma família. De acordo com a Polícia Militar (PM), um motorista de 46 anos, foi submetido ao teste do bafômetro e teve álcool detectado no organismo. A carteira de habilitação dele estava vencida.

Testemunhas que passavam no sentido bairro da Avenida Presidente Carlos Luz contaram à PM que presenciaram dois veículos seguindo em alta velocidade no sentido oposto. Um deles fez uma manobra que atingiu e levou à capotagem uma Volkswagen Parati, com quatro ocupantes. O veículo rodou na pista e só parou após atingir uma árvore no canteiro central. O segundo carro em alta velocidade não foi localizado.

Duas das vítimas foram arremessadas para fora do veículo. Logo em seguida, o carro pegou fogo, com sucessivas explosões. Mãe e filho, de 10 anos, foram socorridos e encaminhados para o pronto socorro do Hospital João XXIII. Os outros dois ocupantes, o avô e a neta, de 14 anos, ficaram presos às ferragens e morreram carbonizados.

Uma das rodas se desprendeu e foi arremessada para o meio da pista. O homem que dirigia o veículo, de acordo com os militares, apresentava sinais de embriaguez.

O motorista foi submetido ao teste do bafômetro. Os policiais informaram que o resultado foi de 0,76mg/L de álcool no sangue, o que configura crime de trânsito. Além disso, a carteira de habilitação estava vencida desde 2015. Ele foi preso e encaminhado para a delegacia do Detran, na capital.


--Continua depois da publicidade--

Vítimas

O estado de saúde de Glennia Nayara Dias Carmo, de 33 anos, é considerado grave. Ela foi arremessada do veículo junto ao filho de 10 anos. A suspeita é que o menino tenha quebrado uma das pernas.

Aleyson Machado Carmo, de 65 anos, e Ana Beatriz Dias Carmo, de 14 anos, foram totalmente carbonizados e morreram no local.



- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SEGUE NA UTI
Lucas: Familiares mantêm confiança na recuperação de homem vítima de tentativa de homicídio
março 05, 2021
SAÚDE
Homem de 69 anos morre em decorrência de Covid-19 em Lucas do Rio Verde
março 05, 2021