22.5 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 18 maio, 2021
InícioMUNDOMulher é hostilizada no Metrô e relata agressão por manifestante que se...

Mulher é hostilizada no Metrô e relata agressão por manifestante que se recusou a usar máscara

Por Rodrigo Melo, G1 Rio

Uma passageira do metrô relatou ser agredida neste sábado (1) no metrô do Rio de Janeiro ao pedir o uso de máscara por uma passageira que estava sem a proteção contra o contágio de Covid no transporte.

O caso ocorreu no fim da manhã, no sentido Zona Sul do Metrô quando ainda aconteciam atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro na cidade.


--Continua depois da publicidade--

Maria Clara Pedroso embarcou na estação Afonso Pena, na Tijuca. “Me deparei com um grupo de pessoas com camisa do Brasil, bandeiras e apetrechos. Fiquei incomodada com o barulho que faziam e resolvi mudar de vagão. Quando passei pelo grupo, vi que uma mulher estava sem máscara e pedi que ela colocasse”.

Neste momento, segundo Maria Clara, a mulher se negou a disse que era um problema dela. No momento em que se encaminhava para pedir o auxílio de seguranças, teve o cabelo puxado e reagiu.

A agressão aconteceu na estação da Carioca, segundo a jornalista. Um vídeo que mostra o momento viralizou nas redes sociais.“Eu fui xingada pelo grupo durante todo o tempo e falei que só sairia dali com ela para a delegacia. No momento que a porta abriu eu gritei até os seguranças aparecerem. Um rapaz que filmou tudo”. Ana Clara foi orientada a ficar fora do vagão pelos seguranças do Metrô e disse que a agressora conseguiu fugir.

Ela conta que uma funcionária do metrô anotou seus dados e do rapaz que filmou a cena . “É surreal pessoas com esse comportamento, temos mais de 400 mil mortos. Ela estava sem máscara em um local público e se sentiu no direito de me agredir”, disse Ana Clara, que espera ainda fazer um Boletim de Ocorrência na polícia.


--Continua depois da publicidade--

O MetrôRio disse que, na manhã deste sábado, “a segurança foi acionada para conter uma discussão gerada por divergências políticas entre duas clientes dentro de uma composição da Linha 1”. A concessionária afirmou que uma das passageiras envolvida saiu do vagão, deixando o sistema, e a outra recebeu atendimento e relatou o ocorrido.

“Ela contou ter sido agredida e confirmou a motivação política. Os agentes da concessionária ofereceram assistência à cliente e orientaram o encaminhamento à delegacia para registro de ocorrência”, conclui a nota do Metrô.


Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

DESENVOLVIMENTO
Duplicação da BR 163 deverá ser uma das bandeiras do Cidesa nos próximos meses
maio 17, 2021
BOLETIM CORONAVÍRUS
Lucas do Rio Verde registra mais um óbito por covid-19 e número de mortes chega a 143
maio 17, 2021