17.7 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 18 junho, 2021
InícioMUNDOMenina de 6 anos que estava desaparecida é encontrada morta e padrasto...

Menina de 6 anos que estava desaparecida é encontrada morta e padrasto foi preso

Por G1/MG

Uma criança de 6 anos que estava desaparecida foi encontrada sem vida no rio Preto, em Unaí, na manhã deste domingo (16). A menina era procurada desde a última quinta-feira (13). O padrasto dela, um homem de 34 anos, foi detido suspeito de ter assassinado a enteada.

O padrasto contou à polícia que foi o último a ver a menina, por volta de 15h de quinta-feira. Ele disse que trabalhava em uma obra em frente a casa onde mora e, em um descuido, teria esquecido o portão aberto. A mãe da menina estava no hospital em trabalho de parto. O casal está junto há cerca de dois anos e já tem um filho, de 1 ano e 8 meses.


--Continua depois da publicidade--

As buscas para localizar a garota começaram na noite de quinta-feira contavam com polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e mais de 30 voluntários, entre familiares e amigos.

Inicialmente, os trabalhos de procura pela menina se concentraram em uma região de mata fechada que fica próxima à casa da família. Um par de chinelos chegou a ser encontrado no meio da mata, a mãe confirmou que o calçado era da filha, mas a criança continuava desaparecida.

Neste sábado (15), equipe do Corpo de Bombeiros de Uberaba foi deslocada para Unaí de modo a reforçar os trabalhos. A cadela Atena, que já atuou em desastres como Brumadinho, farejou o quarto da criança para tentar encontrar vestígios do caminho que a menina teria seguido.

As buscas no rio Preto estavam divididas em duas equipes dos Corpo de Bombeiros, uma delas realizava mergulhos próximo ao local onde o padrasto da criança tem um barco ancorado às margens do rio, a outra desceu o leito fazendo varreduras.


--Continua depois da publicidade--

A menina foi encontrada pela segunda equipe, ela já flutuava, sem vida. O corpo foi resgatado e encaminhado para o IML de Unaí.

“A criança foi bastante agredida: violentada, esganada, teve compressão no tórax, a mandíbula foi quebrada. Realmente ela sofreu muito antes de morrer. Ela foi jogada no rio já morta, não tinha sinais de afogamento”, destacou o delegado regional.

Padrasto tinha histórico de estupro

O delegado regional de Unaí, João Henrique Furtado de Oliveira, revelou que o padrasto já vinha sendo considerado como suspeito desde a noite de sexta-feira, quando descobriram que ele tinha passagens por estupro.

 “Esse homem estuprou e matou a própria mãe, além de ter estuprado uma outra criança. Essa menina que estava desaparecida já havia fugido de casa uma vez, agora acreditamos que possa ter sido para fugir de abuso, mas esperávamos encontrá-la com vida para tentar investigar isso”, contou o delegado.

Desde sábado, a Polícia Militar já fazia campana na casa do suspeito, para evitar que ele fugisse. O homem foi conduzido neste domingo.

O cunhado do suspeito também foi detido. A Polícia Civil vai investigar se ele teria envolvimento no desaparecimento da criança.


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Grávidas e Puérperas são convocadas para a vacinação contra a Covid-19 em Lucas do Rio Verde
junho 18, 2021
Lucas do Rio Verde
Avenida das Nações sofre adaptações no trânsito para realização de obra
junho 18, 2021