24.9 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 05 dezembro, 2020
Início MUNDO Hotéis sugerem que Rio descentralize réveillon para evitar aglomeração

Hotéis sugerem que Rio descentralize réveillon para evitar aglomeração

Programação deve incluir atrações em todos os pontos da cidade
Por Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

 

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, informou hoje (30) que o setor hoteleiro apresentou proposta para o réveillon deste ano, cuja programação será alterada por causa da pandemia de covid-19. Segundo Crivella, o novo formato propõe que, em vez de concentrar milhares de pessoas em Copacabana, a programação se espalhe por vários pontos da cidade. A última festa de virada do ano reuniu perto de 3 milhões de pessoas no bairro.

A proposta de novo formato foi apresentada nesta quinta-feira, durante reunião de representantes do setor hoteleiro e da Vigilância Sanitária do município. De acordo com Crivella, a sugestão já está sendo estudada pela prefeitura, que busca ideias capazes de garantir uma celebração segura.

“Eles me apresentaram uma ideia interessante: espalhar o povo, em vez de concentrar [o evento] em Copacabana, no sentido de que todos possam assistir a diversos espetáculos e sem problema de estar aglomerados e [de aparecer] de repente alguém sem máscara e contaminar muita gente. É uma coisa que está sendo estudada”, afirmou o prefeito.

Crivella explicou que a reunião de hoje foi para incorporar uma série de medidas no caderno de encargos que costuma ser preparado em grandes eventos como o carnaval e o réveillon. A proposta passará ainda por alguns níveis de consulta. “Vamos apresentar ao Conselho Científico, depois novamente à sociedade, e discutir com vereadores. Pessoal dos hotéis e o pessoal do comércio, esses já participaram, e aí vamos apresentar à população.”

Para o prefeito, esta pode ser uma boa solução para evitar aglomeração de pessoas no réveillon em Copacabana. “De certa forma, precisamos superar nossa tristeza, nossa tragédia, enxugar  e erguer os olhos para os céus, e prosseguir. Nós temos filhos, temos netos, temos jovens ­- a vida continua, embora tenhamos que levar para sempre essa tragédia, essa dor que está sendo a pandemia no mundo inteiro.”

Edição: Nádia Franco



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

Região de Alta Floresta lidera topo da lista de redução de homicídios

A Região Integrada de Segurança Pública (Risp), que tem como cidade polo o município de Alta Floresta (a 728 km ao Norte de Cuiabá)...

Flamengo vence o Botafogo e segue na cola do líder São Paulo

O Flamengo venceu o Botafogo por 1 a 0, neste sábado (5), no Maracanã, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com este resultado, os rubro-negros se...

Covid-19: Brasil tem 6,57 milhões de casos e 176,6 mil mortes

As vidas perdidas em função da pandemia do novo coronavírus chegaram a 176.628 na atualização divulgada pelo Ministério da Saúde hoje (5). Nas 24 horas...

Operação Integrada resulta em três prisões em flagrante e 11 mandados de busca e apreensão de drogas

Onze mandados de busca e apreensão foram cumpridos, na sexta-feira (04.12), durante a Operação Integrada Ordem Pública, deflagrada na Região Integrada de Segurança Pública...