32.5 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 23 julho, 2021
InícioMUNDOINTERNACIONALHaiti pede aos EUA e à ONU que enviem militares para reforçar...

Haiti pede aos EUA e à ONU que enviem militares para reforçar segurança do país

Por Jornal Nacional

O governo do Haiti pediu aos Estados Unidos e à ONU que enviem militares para reforçar a segurança da região depois do assassinato do presidente. A incerteza política aumentou ainda mais a onda de violência no país.

Neste sábado (10), centenas de haitianos foram à embaixada dos Estados Unidos na capital Porto Príncipe na esperança de conseguir um visto humanitário para fugir do país.


--Continua depois da publicidade--

Antes mesmo do assassinato do presidente Jovenel Moise nesta semana, o Haiti vivia a pior crise em anos: uma onda de violência armada nas ruas que deixou quase 300 mortos este ano; uma crise humanitária que se agravou com a pandemia, onde ainda nenhuma vacina foi aplicada; e uma grande turbulência política, que vinha se aprofundando há mais de um ano quando Moise dissolveu o Congresso e passou a governar por decreto.

Tradicionalmente o chefe da Suprema Corte preencheria o cargo do presidente, mas o juiz morreu de Covid no mês passado. Agora, dois homens reivindicam o poder: Claude Joseph, primeiro-ministro interino, e Ariel Henry, primeiro-ministro indicado pelo presidente dias antes de ser assassinado, que tomaria posse nesta semana.

Na sexta-feira, um grupo de congressistas reconheceu o chefe do enfraquecido Senado, Joseph Lambert, como presidente, e Henry, como primeiro-ministro, desafiando o governo interino.

Em meio ao caos na transferência de poder, a instabilidade e a violência aumentaram nos últimos dias. E o governo interino do Haiti, reconhecido pelo governo americano, pediu que os EUA, país que ocupou o Haiti por quase 20 anos, enviem tropas para ajudar a proteger a infraestrutura e a população do país.


--Continua depois da publicidade--

Os EUA não têm plano de fornecer assistência militar neste momento. Mas a Casa Branca anunciou que vai enviar oficiais do FBI, a polícia federal americana, e do Departamento de Segurança Interna para ajudar nas investigações. O governo americano também defendeu uma eleição no Haiti ainda este ano.

Até o momento, 20 suspeitos foram presos e as autoridades ainda buscam cinco foragidos. O motivo do assassinato ainda não foi revelado.

Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Agentes da Vigilância Sanitária passam por capacitação em Lucas do Rio Verde
julho 23, 2021
PARCERIA ENTRE CLUBES
Atleta da base do LEC ganha oportunidade em parceria com o Grêmio/RS
julho 23, 2021