21.5 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 20 outubro, 2020
Início MUNDO Governo Federal investe mais de R$ 630 milhões na Operação Acolhida

Governo Federal investe mais de R$ 630 milhões na Operação Acolhida

Desde março, programa atendeu mais de 6,5 mil imigrantes venezuelanos que chegaram ao Brasil
Por CenarioMT

A Operação Acolhida do Governo Federal segue atuante durante a crise causada pelo novo coronavírus. Desde março, mais de 6,5 mil imigrantes venezuelanos tiveram a oportunidade de buscar uma nova vida no Brasil por meio da estratégia de interiorização para 343 municípios. O Ministério da Cidadania, responsável pela coordenação do Subcomitê Federal para Interiorização, investiu R$ 80 milhões entre março e julho para promover ações socioassistenciais e inclusão socioeconômica dos migrantes e refugiados venezuelanos.

Desde o início da crise, cerca de 31 mil vagas foram cofinanciadas para os municípios que receberam imigrantes na estratégia de interiorização, contabilizando R$ 71 milhões de investimento do Ministério da Cidadania. Em agosto, a Portaria nº 468 oficializou mais R$ 9 milhões em repasses emergenciais para a oferta de ações socioassistenciais no Acre e em Roraima e em 17 municípios de 12 estados. O valor representa um aumento de 3,7 mil vagas para a interiorização de imigrantes.

“A meta era interiorizar entre duas a três mil pessoas por mês, mas, desde o início, esse número diminuiu em função de todas as medidas e protocolos de segurança que estamos seguindo. Temos um plano de emergência, com protocolos específicos, feito para controlar tanto a permanência nos abrigos em Roraima, como para o deslocamento e chegada de imigrantes venezuelanos nos municípios, para não expor ninguém”, explica a coordenadora do Subcomitê Federal para Acolhimento e do Subcomitê Federal para Interiorização, Niusarete de Lima.

O Subcomitê Federal para Interiorização é responsável pelo processo de aprovação da transferência dos imigrantes das cidades de fronteira para outros estados brasileiros. Essa é a principal estratégia do governo brasileiro para promover a inclusão socioeconômica daqueles que chegam. Quase 600 municípios participam do processo de interiorização e receberam venezuelanos. Dos abrigados, 38,7% interiorizados em idade laboral tiveram acesso a oportunidades de trabalho e cerca de 36,5% já deixaram os abrigos da interiorização.

Força-tarefa humanitária

A Operação Acolhida é uma grande força-tarefa humanitária, coordenada pelo Governo Federal, composta por 11 ministérios, com apoio de agências da ONU e de mais de 100 entidades da sociedade civil, para oferecer assistência emergencial aos migrantes e refugiados que entram pela fronteira com Roraima.

A estratégia de interiorização teve início em abril de 2018 e até o fim de julho foram interiorizadas mais de 39,8 mil pessoas em mais de 599 cidades brasileiras. Desde o início de 2020 foram interiorizados mais de 12,6 mil venezuelanos, o que representa um investimento do Governo Federal de R$ 630,9 milhões.

Com informações do Ministério da Cidadania

Operação Acolhida leva dignidade a venezuelanos refugiados



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

Homem que estuprou criança de 5 anos é preso no interior de Mato Grosso

Um homem considerado foragido da Justiça há mais de um ano por estupro de vulnerável cometido contra uma menina de apenas cinco anos teve o...

Acusado de homicídio é preso por policiais em Mato Grosso

Policiais civis de Santo Antônio de Leverger e da 3a Delegacia de Cuiabá cumpriram na última semana o mandado de prisão contra o autor de...

Polícia Civil prende traficante que atuava em Cuiabá

Um traficante que atuava com a venda de drogas no bairro Jardim União foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta segunda-feira (19.10), durante...

E-Título passa a ter foto do eleitor e pode ser usado como documento oficial para votar

O e-Título, aplicativo desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que consiste na via digital do título eleitoral, passou recentemente por novas atualizações. A principal...