30.3 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 22 junho, 2021
InícioMUNDOGoverno Federal inicia a distribuição da vacina

Governo Federal inicia a distribuição da vacina

São seis milhões de doses para dar início à vacinação em todo o país de forma gratuita
Por CenarioMT

O Ministério da Saúde iniciou, nesta segunda-feira (18), a distribuição da vacina contra a Covid-19. No Centro de Logística da pasta, em Guarulhos, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, se reuniu com governadores e disse que a distribuição será feita de maneira proporcional a cada região brasileira.

O ministro afirmou que a vacinação pode começar ainda nesta segunda-feira (18). “A gente distribui tudo hoje (18), e a vacinação começa hoje ao final do dia”, reforçou.


--Continua depois da publicidade--

“Tudo isso demonstra o trabalho em conjunto, tudo isso demonstra a nossa lealdade federativa. No que depender do Governo Federal e do Ministério da Saúde, nós vamos cumprir rigorosamente o que for combinado. Em nome da nossa ética, em nome da nossa palavra”, afirmou.

Ao todo, são seis milhões de doses desenvolvidas pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

Logística

A distribuição conta com uma frota de 100 caminhões com áreas de carga refrigeradas, com sistema de rastreamento e bloqueio via satélite. Além disso, o Ministério da Saúde tem o apoio da Associação Brasileira de Empresas Aéreas por meio das companhias aéreas Azul, Gol, Latam e Voepass, para transporte gratuito da vacina às unidades federadas do país que necessitam do transporte aéreo. O Ministério da Defesa contribuirá com a distribuição da vacina para os municípios.

Anvisa

Nesse domingo (17), a Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a autorização temporária de uso emergencial da vacina CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, e da vacina Covishield, produzida pela farmacêutica Serum Institute of India, em parceria com a AstraZeneca/Universidade de Oxford/Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).


--Continua depois da publicidade--

Segundo a Anvisa, a Fiocruz e o Instituto Butantan devem dar continuidade aos estudos e à geração de dados para permitir o registro sanitário na agência. E informou que precisam manter o monitoramento da segurança das vacinas.

 

Região Norte

Acre

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 244
– População indígena vivendo em terras indígenas: 12.815
– Trabalhadores de saúde: 6.343
– Total: 19.402

Amapá 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 76
– População indígena vivendo em terras indígenas: 7.616
– Trabalhadores de saúde: 7.057
– Total: 14.749

Amazonas 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 400
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 60
– População indígena vivendo em terras indígenas: 101.156
– Trabalhadores de saúde: 32.813
– Total: 134.429


--Continua depois da publicidade--

Pará 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 962
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 10
– População indígena vivendo em terras indígenas: 23.184
– Trabalhadores de saúde: 58.334
– Total: 82.490

Rondônia 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 140
– População indígena vivendo em terras indígenas: 7.784
– Trabalhadores de saúde: 15.595
– Total: 23.519


--Continua depois da publicidade--

Roraima 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 100
– População indígena vivendo em terras indígenas: 36.834
– Trabalhadores de saúde: 4.833
– Total: 41.767

Tocantins 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 424
– População indígena vivendo em terras indígenas: 6.749
– Trabalhadores de saúde: 13.803
– Total: 20.976

 

Região Nordeste

Alagoas 

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 1.246
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 10
– População indígena vivendo em terras indígenas: 7.946
– Trabalhadores de saúde: 32.594
– Total: 41.796

Bahia

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 9.788
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 285
– População indígena vivendo em terras indígenas: 27.201
– Trabalhadores de saúde: 142.087
– Total: 179.361

Ceará 

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 2.398
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 132
– População indígena vivendo em terras indígenas: 20.250
– Trabalhadores de saúde: 86.380
– Total: 109.160

Maranhão 

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 264
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 110
– População indígena vivendo em terras indígenas: 19.626
– Trabalhadores de saúde: 58.223
– Total: 78.223

Paraíba 

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 1.212
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 120
– População indígena vivendo em terras indígenas: 10.432
– Trabalhadores de saúde: 42.925
– Total: 54.689

Pernambuco 

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 2.462
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 130
– População indígena vivendo em terras indígenas: 26.506
– Trabalhadores de saúde: 99.924
– Total: 129.022

Piauí 

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 460
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 10
– População indígena vivendo em terras indígenas: 21
– Trabalhadores de saúde: 28.651
– Total: 29.142

Rio Grande do Norte

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 1.400
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 10
– População indígena vivendo em terras indígenas: 0
– Trabalhadores de saúde: 37.848
– Total: 39.258

Sergipe 

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 240
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 22
– População indígena vivendo em terras indígenas: 250
– Trabalhadores de saúde: 22.760
– Total: 23.272

Região Centro-Oeste

Distrito Federal

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 648
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 178
– População indígena vivendo em terras indígenas: 95
– Trabalhadores de saúde: 49.629
– Total: 50.550

Goiás 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 8.828
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 475
– População indígena vivendo em terras indígenas: 320
– Trabalhadores de saúde: 77.549
– Total: 87.172

Mato Grosso 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 2.382
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 190
– População indígena vivendo em terras indígenas: 28.758
– Trabalhadores de saúde: 28.744
– Total: 60.074

Mato Grosso do Sul

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 2.966
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 95
– População indígena vivendo em terras indígenas: 46.180
– Trabalhadores de saúde: 26.356
– Total: 75.597

Região Sudeste

Espírito Santo

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 2.970
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 210
– População indígena vivendo em terras indígenas: 2.793
– Trabalhadores de saúde: 42.273
– Total: 48.246

Minas Gerais 

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 38.578
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 1.160
– População indígena vivendo em terras indígenas: 7.878
– Trabalhadores de saúde: 227.472
– Total: 275.088

Rio de Janeiro

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 10.892
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 783
– População indígena vivendo em terras indígenas: 381
– Trabalhadores de saúde: 220.495
– Total: 232.551

São Paulo

– Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas: 42.604
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 1.357
– População indígena vivendo em terras indígenas: 3.727
– Trabalhadores de saúde: 598.518
– Total: 646.206

Região Sul

Paraná 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 12.224
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 482
– População indígena vivendo em terras indígenas: 10.816
– Trabalhadores de saúde: 102.959
– Total: 126.481

Rio Grande do Sul

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 9.510
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 380
– População indígena vivendo em terras indígenas: 14.348
– Trabalhadores de saúde: 138.523
– Total: 162.761

Santa Catarina

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas: 3.460
– Pessoas com deficiência institucionalizadas: 263
– População indígena vivendo em terras indígenas: 8.317
– Trabalhadores de saúde: 56.540
– Total: 68.580


Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Gosta de economia, assistir séries, filmes de ação e gosta de videogames. Editor no CenárioMT nos cadernos de Economia e Mundo, mas nem por isso deixa uma notícia regional em branco, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Secretaria atua no período noturno para garantir revitalização de sinalização viária
junho 22, 2021
SAÚDE
Após casos positivos de Covid-19 no quadro de servidores, Fórum de Lucas do Rio Verde suspende atendimento presencial
junho 22, 2021