Fiemt recebe empresa chinesa que projeta instalação de indústria em Mato Grosso

A visita teve como objetivo principal discutir a possibilidade de instalação de uma indústria de fermentação biológica destinada à produção de aminoácidos a partir do milho

Fonte: Assessoria

6Visita comitiva chinesaFufeng Group Limited
Novo empreendidmento deve ter 100 hectares (Foto: Divulgação)

A Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) recebeu, nesta terça-feira (09.07), representantes da empresa chinesa Fufeng Group Limited, líder global em biofermentação, com foco em produtos de nutrição animal, alimentos, bebidas, fármacos, entre outros.

A visita teve como objetivo principal discutir a possibilidade de instalação de uma indústria de fermentação biológica destinada à produção de aminoácidos a partir do milho. O projeto prevê um investimento de aproximadamente US$ 400 milhões, ou seja, cerca de R$ 2 bilhões, com capacidade para processar 660 mil toneladas de milho por ano, contribuindo para o desenvolvimento econômico do estado.

Para Silvio Rangel, presidente do Sistema Fiemt, a iniciativa destaca o potencial de Mato Grosso na agroindustrialização. “O estado está em um vertiginoso crescimento agroindustrial e, consequentemente, econômico. O Sistema Fiemt tem um papel fundamental nesse avanço, seja apoiando as indústrias na importação e exportação, bem como auxiliando a implantação de negócios no estado”, diz.

[-CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE-]

A visita da companhia chinesa faz parte de uma série de agendas de negócios marcadas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de Mato Grosso (Sedec). “A Sedec segue trabalhando pela internacionalização e prospeção de negócios para Mato Grosso. Já é a segunda vez da Fufeng aqui, estamos evoluindo nas tratativas e isso significa geração de emprego e renda, movimentação econômica e destaque para o Estado. O Governo do Estado vem dando todo suporte e auxílio para que empresas possam instalar-se aqui”, afirma o secretário da Sedec, César Miranda.

A comitiva chinesa, liderada pelo gerente-geral do projeto da Fufeng no Brasil, Jinzhao Xu, já visitou as cidades de Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Rondonópolis e Cáceres, com o objetivo de identificar o local ideal para a expansão do negócio. “Queremos que a nossa nova planta fabril fique próxima de onde tenha o maior número possível de produção de milho”, diz Jinzhao.

No que depender de Mato Grosso, a Fufeng não terá dificuldade em encontrar matéria-prima, haja vista que o estado se mantém na liderança como o maior produtor de milho do país, com 38% da produção nacional.

Atualmente, a empresa chinesa está presente na América do Norte, Ásia, Europa, e projeta chegar na América do Sul pela primeira vez, em território mato-grossense. Com produtos comercializados em mais de 115 países, a Funfeng realizou uma venda total de US$ 3,9 bilhões em 2023, emprega 20 mil funcionários e se destaca como um dos maiores produtores mundiais de goma xantana, glutamato monossódico (MSG) e aminoácidos.

Pela empresa chinesa, participaram da reunião o engenheiro sênior de termoeletricidade, Tianqing Yang, o gerente de relações comerciais internacionais, Yawei Li, além do intérprete de português, Yuhang Zheng. Estava presente também o coordenador de Comércio Exterior da Sedec, Leonardo Figueiredo.

A visita contou ainda com a presença de representantes da Fiemt, entre eles, o gerente de Relacionamento e Desenvolvimento Industrial, Lucas Barros, o coordenador de Internacionalização, Antônio Lorenzi, e os especialistas do setor, Guilherme Junglaus e Giulia Correa, juntamente com Katiane Toldi e Juliana Lotufo, do Observatório da Indústria do Sistema Fiemt.

A reunião teve a participação do diretor executivo da Barralcool, Gabriel Portocarrero, e do diretor da Cooperativa Agrícola de Produtores de Cana Campo Novo Parecis (Coprodia), Pedro Santos. Estiveram também no encontro o Sindicato Intermunicipal das Indústrias Químicas do Estado de Mato Grosso (Sindiquimi-MT),a Indústria de Bioenergia do Mato Grosso (Bioind) e a empresa Cloro MT.

É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.