30.3 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 22 junho, 2021
InícioMUNDOBrasil recebe 240 milhões de máscaras compradas da China

Brasil recebe 240 milhões de máscaras compradas da China

Foram realizados 39 voos para o material chegar ao País
Por CenarioMT

O Brasil recebeu, na noite desse domingo (19), o último voo da operação conjunta entre o Ministério da Infraestrutura e a Latam para trazer da China máscaras cirúrgicas e N95 usadas por profissionais que atuam no combate à Covid-19. Foram 39 voos realizados desde maio que trouxeram ao País 240 milhões de máscaras adquiridas pelo Governo Federal.

O primeiro voo com máscaras chegou a Guarulhos em 6 de maio. Os equipamentos de proteção são distribuídos aos profissionais de saúde nas 27 unidades da federação. As máscaras N95 são as mais indicadas para proteger profissionais expostos ao novo coronavírus.


--Continua depois da publicidade--

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que a operação foi encerrada com sucesso. “Essa operação foi fundamental para que a gente pudesse enfrentar a pandemia com segurança. A operação de proporções gigantescas, uma verdadeira operação de guerra, trouxe máscaras para os profissionais de saúde que estão enfrentando a crise nos diversos cantos do Brasil. Sem isso, nossos profissionais de saúde, nossos bravos heróis, não teriam segurança”, disse.

“As máscaras estão abastecendo unidades de saúde de todo o Brasil. A medida que elas chegam do exterior, dão entrada em Guarulhos, elas são distribuídas para e região Norte, Nordeste, Sul, Sudeste, Centro-Oeste, ou seja, profissionais de saúde do Brasil inteiro estão recebendo os equipamentos a partir dessa operação”, ressaltou Tarcísio Gomes de Freitas.

O último voo

A aeronave que chegou ao Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na noite deste domingo, estava carregada com 3,7 milhões de máscaras modelo N95. Além do porão da aeronave, a cabine de passageiros foi adaptada para receber as 5.880 caixas com o produto.

Ao entrar no espaço aéreo brasileiro, a tripulação da aeronave foi saudada pela Força Aérea Brasileira (FAB). “A FAB dá as boas-vindas à tripulação Latam em seu retorno dessa nobre missão interministerial. Unidos no combate ao novo coronavírus, a FAB se sente orgulhosa de controlar esse voo cuja valorosa contribuição tem seu justo reconhecimento. Bem-vindos e obrigada”.


--Continua depois da publicidade--

A operação em números

Para trazer 240 milhões de máscaras ao Brasil, as aeronaves percorreram, ao longo de três meses, cerca de 1,9 milhão de quilômetros, cinco vezes a distância entre a Terra e a Lua.

Foram necessárias 2.550 horas de voo, o equivalente a 106 dias inteiros no ar. No total, foram transportadas 1,2 mil toneladas de insumos dispostos em 146.661 caixas. Esse volume poderia preencher, até a borda, cinco piscinas olímpicas.

Cinco aeronaves modelo Boeing 777-300ER foram adaptadas e equipes preparadas para a megaoperação que cruzou 11 fusos horários diferentes. Mais de 300 colaboradores da companhia aérea participaram dos trabalhos.

Ações integradas

O plano de logística de transporte e distribuição foi desenvolvido pelo Ministério da Infraestrutura em março para apoiar o Ministério da Saúde e aos governos estaduais e municipais. O plano contempla ações para viabilizar a chegada do material importado, articulação com órgãos governamentais para que fosse priorizado o desembaraço aduaneiro do material e apoio na distribuição das máscaras nos estados.


© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Secretaria atua no período noturno para garantir revitalização de sinalização viária
junho 22, 2021
SAÚDE
Após casos positivos de Covid-19 no quadro de servidores, Fórum de Lucas do Rio Verde suspende atendimento presencial
junho 22, 2021