25.1 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 02 dezembro, 2020
Início MUNDO Bisavó se emociona em enterro do menino que foi achado afogado em...

Bisavó se emociona em enterro do menino que foi achado afogado em lama dias após sumir: ‘Vai deixar muita saudade’

Por Jonh William e Rafael Oliveira, TV Anhanguera e G1 GO

Maria de Almeida Silva, bisavó do menino Danilo de Sousa Silva, de 7 anos, que foi asfixiado na lama de um brejo próximo à casa onde morava, em Goiânia, veio do Pará para acompanhar o enterro e se despedir do bisneto, que “vai deixar muita saudade”, segundo a idosa. Agentes da Polícia Civil estiveram no velório para buscar informações que ajudem na investigação da morte.

O corpo do menino, que foi encontrado dias após a família registrar o desaparecimento, foi enterrado na tarde desta quarta-feira (29), no Cemitério Municipal Vale da Paz, em Goiânia, cercado de familiares e amigos do bairro. Durante o velório, a bisavó estava inconsolável com a perda.

“Esquecer, nós nunca vamos esquecer, mas Deus vai consolar a gente porque a aflição é muito grande”, relatou emocionada.

Prima do menino, Yalla Almeida Silva disse que é difícil aceitar o que aconteceu com a criança. “Muito difícil para todo mundo, ainda mais com tudo o que ele sofreu”, relatou.

Danilo Sousa gostava de brincar de bola e pipa. Era também a criança mais animada da família, e deixava alegria por onde passava, segundo Yalla.

“Ele contagiava por onde passava, todo mundo gostava dele, sempre foi muito alegre. Tinha uma vida inteira pela frente”, acrescenta a prima.

A criança desapareceu após sair de casa a pé para visitar a avó, que mora na mesma rua, no bairro Parque Santa Rita, no último dia 21. O corpo foi encontrado em um matagal próximo à casa dele, com indícios de violência sexual, seis dias depois.

A Polícia Civil apura as circunstâncias da morte e já tem um suspeito na linha de investigação. A mãe e o padrasto foram autuados por abandono de incapaz pelo desaparecimento da criança.

Asfixiado na lama

A perícia feita no corpo e no local que Danilo foi encontrado apontaram que o menino foi asfixiado em lama, como explicou o gerente do Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia, o médico legista Mário Eduardo Cruz. Segundo ele, o corpo do garoto estava no local há alguns dias – entre sete e dez.

“A causa da morte a gente consegue precisar. Durante a necrópsia, nós encontramos presença de lama tanto na cavidade oral como na traqueia. Isso configura a mudança do meio respirável, então, asfixia por afogamento”, explicou.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas

Chegada do Papai Noel será nesta quinta-feira em Nova Mutum

Acontece nesta quinta-feira, 03, a tradicional chegada do Papai Noel. O evento que será realizado ao lado da Prefeitura marca oficialmente as comemorações natalinas...

Secretário de Saúde é transferido para São Paulo; situação é considerada estável

O Governo de Mato Grosso informa que, em razão do possível agravamento da Doença de Crohn, a família do secretário Gilberto Figueiredo optou por...

Mato Grosso mantém desmatamento sob controle

O Estado de Mato Grosso manteve o desmatamento sob controle freando a tendência de aumento em toda Amazônia Legal. De acordo com o projeto...

Sine de Mato Grosso disponibiliza mais de 2 mil vagas de trabalho nesta semana

O Sistema Nacional de Emprego (Sine-MT) oferece 2.144 vagas de emprego em Mato Grosso nesta semana. As vagas estão distribuídas em 28 municípios, contando...
Publicidade
x