32.6 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 16 junho, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOAziz: 'Para quem dizia que a CPI não daria em nada, já...

Aziz: ‘Para quem dizia que a CPI não daria em nada, já identificamos o gabinete paralelo e a recusa de vacinas’

Por Por Gerson Camarotti-G1

Em conversa com o blog, o presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM) disse que a comissão já avançou em pontos fundamentais para entender como o Brasil chegou num estágio tão grave da pandemia.

Rebatendo críticas de que a CPI terminaria em pizza, Aziz foi direto: “Para quem dizia que a CPI não daria em nada, já identificamos o gabinete paralelo e a recusa de vacinas”.


--Continua depois da publicidade--

Além da recusa inicial de vacinas da Pfizer e da CoronaVac, a CPI decidiu aprofundar o funcionamento do gabinete paralelo de enfrentamento da Covid que passou atuar diretamente no Palácio do Planalto no aconselhamento do presidente Jair Bolsonaro.

A avaliação de integrantes da CPI é que esse gabinete paralelo, que conduziu mais de duas dezenas de encontros à margem do Ministério da Saúde, foi fundamental para uma atitude negacionista.

A CPI ainda quer mensurar quantas mortes poderiam ter sido evitadas com a adoção de medidas corretas para enfrentar a pandemia, com a aquisição de vacinas e recomendações de distanciamento social, ao invés do estímulo do uso da cloroquina (remédio ineficaz para a Covid) como tratamento precoce.

Como revelou à GloboNews o senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI, a comissão já tem provas de que integrantes do chamado gabinete paralelo se reuniam todos os dias com o presidente Bolsonaro.


--Continua depois da publicidade--

Esse “gabinete” teria indicado as diretrizes para o enfrentamento da pandemia, entre as quais a adoção do chamado tratamento precoce.

Nesse contexto, deve ser aprovada a convocação do deputado Osmar Terra (MDB-RS), que é médico e ex-ministro da Cidadania. Ele é considerado por membros da CPI da Covid como “peça-chave” desse gabinete.

Terra é contrário a medidas de isolamento como forma de conter a expansão da doença. Ele foi uma das primeiras pessoas públicas a lançar a tese da chamada “imunidade de rebanho”, ou seja, a contaminação generalizada como forma de se alcançar a imunização coletiva.


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

INVESTIGAÇÃO
Jovem pode ter sido executado por facção criminosa em Lucas do Rio Verde
junho 16, 2021
DADOS ATUALIZADOS
Lucas do Rio Verde registra 72 novos casos positivos de Covid-19 em 24 horas
junho 16, 2021