Acidentes aéreos como o do avião da Air India Express, que se partiu em dois após um acidente durante o pouso no aeroporto de Calicute, no sul da Índia, nesta sexta-feira (7), já aconteceram em diversos aeroportos ao redor do mundo, com diferentes níveis de gravidade.

Veja a seguir alguns outros casos em que aeronaves saíram da pista em aeroportos nos últimos anos.

Turquia – 2020

No dia 5 de fevereiro, um avião da companhia Pegasus Airlines saiu da pista ao aterrissar no aeroporto de Sabiha Gokcen, em Istambul, na Turquia. Três pessoas morreram. De acordo com o ministro da Saúde, ao menos 179 pessoas se feriram. O avião levava 177 passageiros e seis tripulantes e havia decolado da cidade da cidade de Izmir, no oeste da Turquia, rumo a Istambul.

Segundo o site especializado em aviação AVHerald, que obteve dados de transmissão do voo, o Boeing 737-800 tocou o solo a cerca de 1.950 metros depois da cabeceira e a apenas 1 mil metros do fim da pista. Com espaço muito curto, não houve como frear a tempo, e o avião caiu de um barranco no fim da pista.

Micronésia – 2018

No dia 27 de setembro de 2018, um avião da companhia aérea Air Niugini, de Papua Nova Guiné, saiu da pista do aeroporto de Weno, e foi parar no mar em Chuuk, uma das quatro ilhas-estado que formam a Micronésia, no Pacífico. Pessoas que testemunharam o acidente postaram imagens em redes sociais do Boeing 737-800 já parcialmente submerso nas águas da Lagoa Chuuk. Pescadores que estavam no local usaram seus barcos para ajudar a resgatar os passageiros.

O voo saiu de Port Moresby, em Papua Nova Guiné, e estava chegando em Chuuk. O avião estava pousando quando sofreu o acidente, por volta das 9h30 da manhã de sexta-feira no horário local. Segundo o porta-voz da administração do aeroporto de Chuuk, Jimmy Emilio, havia 36 passageiros e 11 tripulantes a bordo, e ninguém ficou ferido.

Turquia – 2018

Em 13 de janeiro de 2018, um avião derrapou na pista do aeroporto da cidade turca de Trabzon e acabou pendurado num barranco perto do mar. A aeronave Boeing 737 da Pegasus Airlines tinha 168 pessoas a bordo e vinha de Ancara. Todo mundo a bordo foi retirado em segurança, disse o governador da província, Yucel Yavuz. Não foram relatados feridos.

EUA – 2017

Em 29 de abril de 2017, um avião de pequeno porte fez um pouso de emergência no aeroporto internacional de Sarasota–Bradenton, na Flórida(EUA), depois de perder um pneu durante o voo. Segundo a emissora “WFLA”, a aeronave saiu de Belize e, logo após a decolagem, o piloto percebeu que um dos pneus havia caído, mas decidiu seguir viagem ao concluir que o avião estava seguro para voar.

O piloto notificou a torre de controle sobre o problema, e voou em círculos para queimar combustível antes de pousar. Ao tocar o chão, o avião soltou faíscas e saiu da pista; bombeiros estavam de prontidão no local. Três homens e uma mulher estavam a bordo. Apesar de assustados, os ocupantes não se feriram.

Canadá – 2015

Em 5 de junho de 2015, um avião da empresa WestJet saiu da pista durante o pouso no aeroporto Pierre Elliott Trudeau, em Montreal, no Canadá, A aeronave tinha partido de Toronto. Segundo a própria WestJet, que não revelou detalhes sobre as possíveis causas, todos os passageiros e tripulantes do voo WS588 estão em segurança e ninguém ficou ferido no episódio.

De acordo com testemunhas, o Boeing 737 não parou no fim da pista e continou deslizando por cerca de 15 metros na grama.

Brasil – 2007

Em 17 de julho de 2007, um avião da TAM se chocou contra um prédio da empresa ao lado do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, e pegou fogo, no dia 17 de julho, causando a morte das 187 pessoas a bordo e de outras que estavam no solo.

A aeronave, um Airbus A320, vôo JJ 3054, partiu de Porto Alegre às 17h16 e pousou em São Paulo às 18h48 do dia 17 de julho. Percorreu toda a pista, virou à esquerda e atravessou uma avenida antes de bater no prédio, onde a empresa mantinha um depósito. O acidente é o maior da aviação no país.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (27/09/2020)


Amazonia 03 de Junho