Academias, parques e estúdios de tatuagem reabrem com restrições em SP nesta segunda; veja regras

0
Foto: Reprodução/TV Globo

Academias, parques, agências de pesquisa e estúdios de tatuagem voltam a funcionar, com restrições, durante quarentena na cidade de São Paulo nesta segunda-feira (13), após 111 dias de interdição por causa do combate ao coronavírus.

A quarentena começou no dia 24 de março e, em 1º de junho, o governo do estado iniciou o chamado Plano São Paulo para a retomada gradual das atividades em fases. No dia 3 de julho, a capital superou as fases vermelha e laranja, e alcançou a Fase 3-Amarela, que autorizou a reabertura de diversos setores, mediante um período de estabilidade e a assinatura de protocolos de segurança pelas autoridades municipais.

Depois de reabrir o comércio de rua, os shoppings, escritórios, concessionárias, imobiliárias, bares, restaurantes e salões de beleza, outros equipamentos e serviços voltam a funcionar nesta segunda.

O uso do chuveiro está proibido nas academias, 70 dos 107 parques municipais podem abrir nos dias de semana, as filmagens do setor audiovisual em espaços públicos devem obedecer ao distanciamento mínimo de 2,5 metros entre os integrantes das equipes, e os estúdios de tatuagem devem organizar os agendamentos com ao menos 40 minutos de intervalo entre um e outro.

Regras para parques

  • proibição do acesso aos parquinhos, quadras, campos e ginásios de prática esportiva coletiva;
  • controle de entrada, limitada à 40% da capacidade;
  • uso de máscaras em tempo integral;
  • distanciamento social mínimo de 2 metros entre as pessoas;
  • proibido uso de bebedouros e chuveiros;
  • durante a fase amarela do Plano São Paulo, funcionamento exclusivo de segunda a sexta;
  • Parques Ibirapuera e Carmo abrirão das 6h às 16h; os demais deverão receber o público entre das 10h às 16h.

Também nesta segunda-feira reabrem 10 dos 17 parques estaduais: Água Branca, Villa-Lobos, Cândido Portinari, Parque Ecológico do Tietê, Jardim Botânico, Zoológico, Zoo Safári, Cantareira e Jaraguá, sendo os dois últimos, mediante agendamento.

Regras para academias:

  • Só podem funcionar com 30% da capacidade;
  • Período máximo de funcionamento de 6 horas por dia;
  • São permitidas aulas individuais. Atividades em grupo permanecem suspensas;
  • A entrada deve ser feita com agendamento prévio;
  • Não será permitido o uso de chuveiros;
  • Uso obrigatório de máscara de proteção;
  • Equipamentos devem ser limpos ao menos 3 vezes ao dia.

Regras para estúdios de tatuagem

  • Orçamentos exclusivamente on-line;
  • Cliente deve chegar de banho tomado e cabelo seco, e vestir equipamento de proteção individual fornecido pelo estúdio;
  • É recomendável que o cliente não leve acompanhantes;
  • Agendamentos com espaço de 40 minutos entre eles;
  • Utilizar protetor facial (face shield) ou óculos de proteção durante o procedimento.

Regras para setor audiovisual

  • estão proibidas filmagens em equipamentos da Secretaria Municipal da Saúde, bem como os do Serviço Funerário Municipal e outros com alto risco de contaminação;
  • produtora será responsável pela higienização do local;
  • proibidos bloqueios de vias arteriais para não prejudicar trânsito dos profissionais de saúde e segurança;
  • set com até 20 pessoas, com distanciamento mínimo de 2,5 metros entre eles;
  • tempo máximo de cada diária de filmagem de 12 horas em vias públicas, 8 horas em câmera-car e equipamentos municipais ao ar livre, como parques, e 6 horas em equipamentos municipais fechados, como bibliotecas e teatros.

Regras para agências de pesquisa

  • trabalhadores de campo devem trocar suas máscaras a cada duas horas e descartar as luvas após cada entrevista ou visita a domicílio;
  • pesquisadores devem entrar nas casas em caso de extrema necessidade e após higienização adequada dos sapatos;
  • antes de iniciar entrevista, questionar se entrevistado ou alguma outra pessoa que mora na residência apresentou sintomas do coronavírus.

Teatros e cinemas aguardam regras

No dia 3 de julho, o governo do estado autorizou a reabertura de teatros e cinemas, e a retomada de eventos culturais na cidade de São Paulo e em outros municípios somente a partir do dia 27 de julho, após 4 semanas de estabilidade na fase amarela do plano de flexibilização.

A gestão Doria já informou quais serão as diretrizes básicas:

  • Ocupação máxima de 40% da capacidade dos teatros e cinemas;
  • Assentos com distanciamento social;
  • Público deverá permanecer sentado;
  • Uso obrigatório de máscara;
  • Venda de ingressos exclusivamente online;
  • Alimentos e bebidas não poderão ser consumidos;
  • Funcionamento de até 6 horas por dia.

Plano São Paulo

A quarentena que visa conter o avanço do novo coronavírus começou no dia 24 de março, quando o governo do estado determinou que continuassem abertos somente setores considerados essenciais: saúde, transporte, segurança, limpeza pública, indústrias, bancos e telemarketing.

Em 1º de junho, o governo iniciou o chamado Plano São Paulo para a reabertura gradual das atividades econômicas em fases. O estado foi dividido de acordo com as 17 Divisões Regionais de Saúde (DRS) e a Grande São Paulo foi subdividida em outras 6 microrregiões. A flexibilização da quarentena é feita de modo diferente de acordo com a classificação das regiões por cores.

Os cinco critérios de saúde que baseiam a classificação são: ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs); total de leitos por 100 mil habitantes; variação de novas internações, em comparação com a semana anterior; variação de novos casos confirmados, em comparação com a semana anterior; variação de novos óbitos confirmados, em comparação com a semana anterior.

Os critérios definem em qual das cinco fases de permissão de reabertura a região se encontra:

  • Fase 1 – Vermelha: Alerta máximo
  • Fase 2 – Laranja: Controle
  • Fase 3 – Amarela: Flexibilização
  • Fase 4 – Verde: Abertura parcial
  • Fase 5 – Azul: Normal controlado

Leia também: Previsões para o horóscopo do dia de hoje (10/08/2020)


Amazonia 03 de Junho