20.5 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 19 maio, 2022
Publicidade
InícioMundo animalCobrasAgilidade da cobra coral em imobilizar sua presa; assista

Agilidade da cobra coral em imobilizar sua presa; assista

CenarioMT

Uma cobra coral verdadeira (Micrurus spixii ) foi flagrada imobilizando sua presa. O que chama a atenção no vídeo é a agilidade da cobra coral em fazer a mobilização do animal.

De acordo com o Biólogo Tarik Câmara, a cobra coral está predando uma Amphisbaena fuliginosa (réptil), também conhecido como lagarto de verme preto e branco, lagarto de verme salpicado ou lagarto de verme manchado, é uma espécie de anfisbena do gênero Amphisbaena .


--Continua depois da publicidade--

A ecologia de A. fuliginosa é pouco conhecida devido aos seus hábitos fossórios. No entanto, esta espécie pode ser facilmente distinguida das outras devido ao seu padrão de mosaico branco e preto característico que cobre tanto o lado dorsal quanto o ventral.

A Cobra Coral

Micrurus ibiboboca é uma de espécie de cobra-coral, um elapídeo do gênero Micrurus. É uma coral tricolor de grande porte, nativa da Caatinga, normalmente medindo entre 75 e 85 cm, podendo chegar até 133 cm de comprimento.

A fronte da cabeça é preta e branca, seguida por um anel preto e nuca de cor vermelha. Os anéis vermelhos são separados entre si por tríades de anéis pretos (entre 7 e 13 tríades) que são divididos entre si por dois anéis brancos.


--Continua depois da publicidade--

A cobra coral é um complexo de espécies, todas endêmicas do Brasil, da região nordeste do país, com registros para os estados do Piauí,  Alagoas, Bahia, Paraíba, Maranhão, Ceará, Pernambuco e Sergipe.

Não há informações de ameaças sofridas especificamente para essa espécie. Mas, acredita-se que populações que ocupam a Mata atlântica na região Nordeste, podem estar correndo o risco de extinção devido a fragmentação e perda de habitat, devido a expansão da pecuária, plantações de cana-de-açúcar, poluição e desenvolvimento das vias urbanas.

As corais são noturnas e vivem sob folhas, galhos, pedras, buracos ou dentro de troncos em decomposição
Coral-verdadeira (Micrurus lemniscatus) é cobra peçonhenta que ocorre no Brasil — Foto: Renato Gaiga

A espécie ocorre na área de abrangência do Plano de Ação Nacional para Conservação da Herpetofauna Ameaçada da Mata Atlântica Nordestina (Brasil 2013).

Há espécies presentes na Estação Ecológica de Uruçuí-Una, área de Proteção Ambiental de Sirinhaém e na área de Proteção Ambiental Baía de Todos os Santos.

As Elapidae são portadoras de uma peçonha com alta atividade neurotóxica com capacidade letal.

Fazem parte dessa família as serpentes corais americanas (gênero Micrurus) com suas peçonhas contendo cerca de 90-95% de componentes proteicos, sendo na sua maior parte neurotoxinas com baixa massa molecular. 

Se você gostou deste post: Agilidade da cobra coral em imobilizar sua presa; assista – vai gostar também de ler esta notícia: Onça aparece para fazer um lanchinho no chiqueiro de porcos; ASSISTA


--Continua depois da publicidade--

Siga-nos no Facebook e Twitter para se manter informado com as notícias de hoje!

Encontre mais notícias do Mundo Animal 

João Ricardohttps://www.cenariomt.com.br
Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre a região norte de Mato Grosso.

Publicidade


Publicidade

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Procon orienta estabelecimentos sobre preços expostos em vitrine
maio 19, 2022
Lucas do Rio Verde
Idosos acima de 60 anos já podem tomar a 4ª dose contra Covid
maio 19, 2022
Lucas do Rio Verde
Campanha de doação de sangue será neste sábado (21)
maio 19, 2022
ELES CHEGARAM
Expodinos começa hoje na rotatória da Rosa Mística, em Lucas do Rio Verde
maio 19, 2022