30 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 10 abril, 2021
InícioMATO GROSSOSorriso deve investir mais de R$ 1 milhão para comprar medicamentos

Sorriso deve investir mais de R$ 1 milhão para comprar medicamentos

Por CENÁRIOMT

Ao todo, o valor de referência da contratação está estimado em R$ 1.151.780,00 para a aquisição de 18 tipos de medicamentos que serão destinados ao Hospital Municipal de Campanha (HC) para o tratamento de infectados com a Covid-19.

A expectativa é que todos os detalhes do processo licitatório, que está em fase final de elaboração, sejam publicados já na próxima semana no site da Prefeitura (sorriso.mt.gov.br), permitindo assim que as empresas interessadas possam se credenciar e participar do pregão eletrônico, que levará em consideração o “menor preço por item”.

Entre os medicamentos do lote a ser licitado, estão anticoagulantes, expectorantes, remédios para combater dor e febre, antibióticos, antialérgicos, corticóides e demais drogas utilizadas no tratamento dos infectados. Estevam Calvo, secretário de Administração de Sorriso, pasta responsável pelos processos de licitação, lembra que ao final do certame, o valor global do investimento na compra de medicamentos deve ser menor que o que o estimado, visto que este teto estipulado leva em consideração o preço médio praticado pelo mercado.

“Nosso foco é manter nossos estoques sempre em dia, garantindo o atendimento a cada cidadão já nos primeiros sintomas da doença, e fazer isso com foco na economicidade, garante não só remédios, mas também a manutenção e ampliação de nossa estrutura, e graças a uma força-tarefa com a Câmara, o Município também caminha para a implantação, com recursos próprios, de cinco UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) no combate à Covid”, explica, reforçando que os pedidos de medicamentos serão feitos mediante a necessidade, efetuando os pedidos aos poucos.

“Reforçamos mais uma vez que estamos, desde o início da pandemia, oferecendo este atendimento nos primeiros sintomas, com Hospital de Campanha funcionando 24 horas todos os dias, exames, medicamentos, transporte, mas o ideal é que as pessoas não se contaminem, que não adoeçam, por isso a necessidade de que cada um faça sua parte,  com o uso de máscara, lavagem constante das mãos com água e sabão, higienização com álcool 70% e o distanciamento social”, reitera.


Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

COVID 19
Lucas: Saúde confirma mais um óbito por Covid-19 e total de mortes chega a 109
abril 10, 2021
SOBRE UM RODA
Lucas: Praticantes cobram definição de espaço para realização de manobras em motos
abril 10, 2021