26.5 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 26 novembro, 2020
Início ECONOMIA Rota 163: Conheça o aroma e o sabor da cerveja artesanal mais...

Rota 163: Conheça o aroma e o sabor da cerveja artesanal mais gostosa de Lucas do Rio Verde

Por DAYA SILVA/CENÁRIOMT
Um estudo recente constatou que o Brasil está em terceiro lugar no ranking dos dez países que mais consomem cerveja em todo o mundo, são 14,04 milhões de litro do poderoso líquido dourado, a cada ano.
A pesquisa demonstrou ainda que a China e os Estados Unidos estão posicionados em primeiro e segundo lugar, consumindo 54,29 e 30,5 litros por ano, respectivamente.

Pensando no potencial do mercado, uma dupla de estudantes do IFMT iniciou no ano passado (2019) um plano ousado de fabricação de cerveja artesanal em Lucas do Rio Verde, foi então que nasceu a Cervejaria Rota 163.

Andrei Govea e Gicelio Ramos tiveram a ideia dentro da sala de aula enquanto assistiam um curso sobre empreendedorismo, ministrado pelo professor, Doutor e diretor do Instituto Federal de Educação e Ciências de Mato Grosso, João Vicente Neto.

“Foram meses de experimentos para alcançar os aromas e sabores perfeitos, até que em 2020 surgiram as primeiras garrafas para os mais variados paladares dos luverdenses”, relatou Gicelio Ramos.

Os clientes podem se deliciar com uma “gelada” com sabores que variam desde a laranja até a fruta típica matogrossense, no caso, a manga. Podem ser também refrescantes e para os paladares mais sensíveis, os sabores adocicados.  Há quem prefira o aroma e amargor das cervejas americanas.

As compras das bebidas podem ser feitas através do telefone (65) 999528621. Os valores variam entre R$12,00 a R$16,00.

Conheça os sabores das cervejas Rota 163

 

Perfil dos consumidores das cervejas artesanais

Uma pesquisa feita pela startup Mind Miners, revelou que 65% dos entrevistados já havia provado cerveja artesanal, sendo que 12% afirmaram consumi-las com frequência. Sobre o perfil dos consumidores, homens de classe alta são os principais consumidores.

Ao observar o consumo de artesanais entre os mais jovens – com idades entre 18 e 24 anos, apenas 28% dos consumidores dizem beber cervejas artesanais em casa, contra uma média de 51% nas demais faixas etárias.

Afinal, o que é a cerveja artesanal?

As cervejas artesanais advém de um processo artesanal mais cuidadoso em sua produção, enquanto as cervejas industrializadas tem por objetivo a produção em grande escala com grandes maquinários.

Em menor escala, a cerveja artesanal é desenvolvida focada em qualidade e diferenciação, o que requer mais cuidado em sua produção que é feita de forma minuciosa acompanhada e controlado pelos produtores.

Observando cada etapa, o mestre cervejeiro, analisa ao final de sua produção se o resultado obtido corresponde as suas expectativas.

Além disso, seu processo de produção possui maior lentidão, devido os produtores respeitarem todo o período de fermentação e maturação da cerveja, sem adição de produtos químicos para acelerá-los.

A diferença entre a cerveja ‘normal’ e a artesanal

Existem muitas diferenças entre as duas, a cerveja ‘normal’ é a cerveja industrializada, aquelas cervejas populares conhecidas no mercado, enquanto a as cervejas produzidas com um trabalho manual e diferentes ingredientes em seu processo tratam-se das cervejas artesanais.

Cervejas industrializadas utilizam em média 60% de malte e os 40% restante corresponde à outros tipos de cereais para que o custo de produção seja reduzido.

Logo, a cerveja artesanal é produzida com maior quantidade de malte, e também leva em conta particularidades de sabor e aroma que são preferência dos consumidores.

Além disso, podemos diferenciá-las na questão de que as cervejas artesanais priorizam qualidade, enquanto que as industrializadas buscam quantidade. As industriais possui um tempo de maturação mais curto e rápido e as cervejas artesanais levam períodos maiores para sua produção.

Com essas informações é possível concluir o porquê as cervejas artesanais tem um custo mais elevado do que as industrializadas.

Pelo mundo há mais de 120 tipos de cervejas artesanais. São divididas em três grandes grupos:

  • Cervejas ales: uma cerveja muito encorpada, a mais complexa dentre os três, neste tipo as mais populares são stout, english pale ale, trapista;
  • Lagers: são as mais comuns no mundo, é uma cerveja mais leve com relação aos outros tipos. Com Pilsen, schwarbier e American Lager sendo as mais populares e
  • Lambics: com sabores únicos e processos de fabricação demorado estão entre as mais caras do mundo.

 

Cidades de Mato Grosso ficam “sem” cervejas por falta de embalagens de vidro e alumínio



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas

Bolsonaro edita MP que isenta conta de luz para moradores do Amapá

O presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória (MP) nesta quarta-feira (25) que isenta consumidores dos municípios amapaenses do pagamento da conta de luz...

Homem é preso por esconder arma de fogo em residência vizinha

Uma equipe da 19ª Companhia de Querência (a 945 km de Cuiabá) encaminhou à delegacia nesta terça-feira (24.11), um homem por porte ilegal de...

Nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial nesta quinta (26)

Cerca de 3,6 milhões de beneficiários dos ciclos 3 e 4, nascidos em julho, poderão sacar ou transferir os recursos da poupança social digital...

Polícia potencializa atendimentos às vítimas de violência e fiscaliza agressores em MT

Nesta quarta-feira (25) a Polícia Militar, por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos deflagrou a Operação Maria da Penha, na capital...
Publicidade
x