23.8 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 28 outubro, 2020
Início MATO GROSSO Prefeitura proíbe que servidores deixem cidade e descontará salário de quem descumprir...

Prefeitura proíbe que servidores deixem cidade e descontará salário de quem descumprir quarentena

Por OLHAR DIRETO

O prefeito de Sapezal (500 quilômetros de Cuiabá), Valcir Casagrande, baixou decreto no fim do mês passado proibindo que os servidores do município deixem a cidade, a não ser para situações de extrema urgência ou emergência. Além disto, quem estiver em home office e for pego desrespeitando a quarentena, também terá desconto no salário.

O artigo 8º do decreto versa que “o servidor não poderá se ausentar do município durante a pandemia, salvo autorização de seu superior e mediante justificativa, ou em caso de urgência/emergência, sobe pena de desconto do período de 14 dias”.


-Continua depois da publicidade ©-

A medida é válida para servidores em atividade, que estejam em home office e aos que se encontram em isolamento ou quarentena domiciliar.

Além disto, consta no decreto que “os servidores que estejam em home office, ou se encontrarem em isolamento ou quarentena, deverão permanecer em suas residências em tempo integral, salvo em caso de necessidade, sob pena de desconto na remuneração dos dias de descumprimento”.

Também houve um comunicado interno da prefeitura, ressaltando a importância e necessidade de se manter as medidas impostas. Confira abaixo:



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas