31.4 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 26 novembro, 2020
Início MATO GROSSO Posto de combustível é condenado por preço abusivo em Mato Grosso

Posto de combustível é condenado por preço abusivo em Mato Grosso

Justiça condena posto por preço abusivo na venda de combustível em Alta Floresta
Por CenárioMT

Um posto de combustível de Alta Floresta terá de pagar indenização de R$50 mil por vender álcool etílico hidratado e gasolina com margem de lucro acima de 20%, considerada abusiva pela Justiça de Mato Grosso.

A decisão é da Primeira Câmara de Direito Público e Coletivo de Mato Grosso e também obriga o estabelecimento ao ressarcimento dos clientes que foram lesados – estipulando multa de até R$100 mil em caso de descumprimento.

De acordo com o processo, o posto obteve margem bruta de lucro na média de 24,55%, com relação a gasolina comum e de 31,33% no álcool comercializado nos períodos de agosto de 2004 a julho de 2005. Nos autos constam, a título de comparação, que seu concorrente aplicou as margens de lucro de 19,30% para a gasolina comum, e 18,31% para o álcool.

Conforme o magistrado de primeira instância interpretou, as provas colacionadas aos autos, indicou a necessidade de intervenção do judiciário e a aplicação das sanções para evitar danos econômicos aos consumidores. “Por conta disso fixo a indenização decorrente do dano extrapatrimonial coletivo causado aos consumidores difusamente considerados em R$ 50 mil. O referido montante deverá ser pago pelo requerido ao Fundo de Reconstituição de Bens Lesados Municipal, ou na falta deste, para outro fundo de benefício à coletividade“, pontuou.

Além disso, a empresa fica obrigada a limitar o lucro da venda do álcool etílico a no máximo 20%, tomando-se como referência o preço adquirido junto à distribuidora. A empresa foi condenada, ainda, a indenizar os consumidores prejudicados individualmente, em importância a ser fixada em liquidação, de forma a favorecer aqueles que adquiriram o combustível com margem de lucro superior a 20%, e a veicular a sentença em veículos da imprensa local.

Por fim, caso o posto de combustível descumpra qualquer uma das determinações o Poder Público aplicará ainda uma multa de até R$100 mil.

A decisão de primeira instância foi questionada no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Mas por unanimidade os desembargadores da Primeira Câmara de Direito Público e Coletivo desproveram o recurso e mantiveram a decisão do juiz.



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

Chapada do Guimarães: polícia apreende seis espingardas, munições e cartuchos durante apoio em reintegração de posse

Equipes da 1ª Companhia de Chapada do Guimarães (a 67 km de Cuiabá) junto com militares da Força Tática apreenderam nesta quarta-feira (25.11), seis...

Homem é preso com 1,5 kg de cocaína em Rondonópolis

Policiais do CAR(Comando de Ação Rápida da Polícia Militar) prenderam um jovem de 20 anos com mais de 1,5 kg de cocaína, na tarde...

Veículo atinge parede de empresa, após acidente de trânsito em Lucas do Rio Verde

O condutor de um veículo Renault Duster por pouco não invadiu uma empresa após uma colisão envolvendo o carro em que dirigia e outro...

Governo licita elaboração de projetos para mais de mil km de asfalto novo e 51 novas pontes em MT

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), publicou o edital de licitação para contratar empresa responsável...
Publicidade
x