Polícia cumpre mandados contra empresa contratada para fretar voo do Haiti para Mato Grosso

Fonte: CENÁRIOMT

Polícia cumpre mandados contra empresa contratada para fretar voo do Haiti para Mato Grosso
Polícia cumpre mandados contra empresa contratada para fretar voo do Haiti para Mato Grosso

Nesta terça-feira (11), a Polícia Civil deflagrou a Operação Falso Embarque, cumprindo 17 mandados em Itajaí e Camboriú, em Santa Catarina. A operação investiga um suposto golpe na contratação de um voo fretado de Porto Príncipe, no Haiti, para Mato Grosso, envolvendo imigrantes haitianos que pagaram R$ 741 mil pela viagem, que nunca aconteceu.

As vítimas, imigrantes haitianos vivendo no Brasil, reuniram dinheiro para fretar um avião que traria seus parentes ao país, devido à crise política no Haiti e à ausência de voos comerciais entre os dois países. Em novembro de 2023, a Associação de Defesa dos Haitianos Imigrantes e Migrantes em Mato Grosso denunciou o caso à Delegacia de Estelionato em Cuiabá.

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, três de proibição de saída do país, dois de suspensão de atividade empresarial, três de suspensão da atividade profissional da advocacia e quatro ordens judiciais de bloqueio de bens e valores. Durante as buscas, foram apreendidos computadores da empresa de viagens, aparelhos celulares, um computador da advogada envolvida e um veículo Toyota Etios novo.

A investigação revelou que os imigrantes firmaram um contrato no valor de R$ 741 mil com uma empresa de fretamento de voos e uma advogada. O contrato previa a partida do voo do Aeroporto Toussaint Louverture em Porto Príncipe com destino ao Brasil. No entanto, a viagem não ocorreu na data prevista e, apesar das diversas tentativas de resolução, nenhuma nova data foi proposta e o dinheiro não foi devolvido.

A advogada da empresa alegou que o reembolso seria feito gradualmente, mas não forneceu uma data concreta ou um compromisso firme para a devolução dos valores. Com base nessas informações, a Polícia Civil instaurou um inquérito policial, levando à emissão das ordens judiciais contra os responsáveis pela empresa e a advogada.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A Operação Falso Embarque é um passo importante para buscar justiça para os imigrantes haitianos enganados e para punir os responsáveis pelo golpe.