20.9 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 15 abril, 2021
InícioMATO GROSSOCUIABÁPeixe Santo é realizado em sistema drive thru em Cuiabá devido à...

Peixe Santo é realizado em sistema drive thru em Cuiabá devido à pandemia de Covid-19

Por CENÁRIOMT COM INF. G1MT

As inscrições para os comerciantes que queiram se cadastrar para venda e doação de pescado durante o evento “Peixe Santo”, organizado pela Prefeitura de Cuiabá, têm até a próxima segunda-feira (22) para se cadastrarem.

A documentação deve ser encaminhado para a Comissão Permanente de Licitação, no Palácio Alencastro. O evento vai acontecer de 31 de março a 2 de abril em sistema de drive thru. A nova modalidade de comercialização foi adotada para atender as medidas de biossegurança em momento de pandemia da Covid-19. Confira edital e documentos.

O projeto ocorre há quase 30 anos e já virou tradição em Cuiabá, sendo um evento que reúne, todos os anos, milhares de participantes, com resultado significativo no comércio de peixes, atingindo, em 2018, cerca de 140 toneladas.

No ano de 2020, o Peixe Santo não ocorreu, em razão das normas de enfrentamento à Covid-19. Este ano, para manter a tradição e para evitar aglomerações, a Prefeitura irá retomar a execução do projeto, cumprindo as exigências relacionadas à biossegurança, de acordo com recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

O Peixe Santo vai acontecer entre nos dias 31 de março (quarta-feira), das 8h às 18h, no dia 01 de abril (quinta-feira), das 8h às 19h e no dia 02 de abril (sexta-feira Santa), das 8h às 12h. Cada carro poderá comprar apenas o máximo de 5 peixes. O drive thru vai funcionar em quatro pontos da capital: Parque Tia Nair, Centro de Eventos do Pantanal, Centro Cultural Silva Freire e Associação dos Criadores de Mato Grosso (ACRIMAT).

De acordo com edital, os interessados em vender devem apresentar requerimento impresso e devidamente preenchido na Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, juntamente com documentos elencados, como CPF, CNPJ e selo de qualificação do produto.

Dentre as exigências, é necessário possuir o mínimo de 20 toneladas de pescado para a comercialização no evento e apresentar Certidão de Regularidade Municipal e Trabalhista. Além de aceitar o preço do pescado tabelado pela secretaria em R$ 15,90 o quilo.


Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

VITÓRIA NO PASSO
Com dois de Isac, Luverdense vence e sobe na tabela do Mato-grossense
abril 14, 2021
GERAL
Bombeiros alerta para possível golpe em Lucas do Rio Verde
abril 14, 2021