22.9 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 02 dezembro, 2021
InícioMATO GROSSOO mês da Campanha de combate à violência contra a mulher

O mês da Campanha de combate à violência contra a mulher

Por Fátima Lessa

A Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar (PMP/PMMT) em Sinop aderiu pelo segundo ano consecutivo à campanha nacional do “Agosto Lilás” e promove durante todo este mês, em plataformas digitais em formatos de lives, na página do Facebook da Patrulha Maria da Penha em Sinop, debates e bate-papos sobre as ações pelo fim da violência doméstica e familiar contra as mulheres.

O tema central da campanha este ano é “PAZ no Lar!!!! E a família como vai?”.

As Lives são realizadas todas as quartas-feiras e sexta-feira, sempre a partir das 19 horas com a presença de autoridades envolvidas na Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica de Sinop.

A primeira Live aconteceu na sexta-feira, 7, dia que a Lei Maria da Penha completou 14 anos de sancionada, e contou com a presença da prefeita Rosana Martinelli, do delegado da delegacia da Mulher em Sinop, Claudia e União do Sul, Ugo Angelo Reck, do Comandante da Patrulha Maria da Penha em Sinop, 1º Tenente Lessa, e da Coordenadora do Patrulha, sargenta PM Lucélia.

A Live desta quarta-feira, 12 de agosto, amanhã, contará com a presença do juiz da Vara Especializada da Criança e Adolescente, Jacob Sauer; da Secretaria de Assistência Social de Sinop, Josi Palmassola, assistente social CREAS e CRAS; a representante do Conselho Tutelar, Ana Cordeiro.

As lives são apresentadas pela sargenta da PM Lucélia.

O Agosto Lilás

A data surgiu da necessidade de inibir os casos de violências domésticas no Brasil e o nome foi escolhido em homenagem à farmacêutica cearense Maria da Penha Maia Fernandes, que sofreu agressões do ex-marido por 23 anos e ficou paraplégica após uma tentativa de assassinato.

O comandante da Patrulha Maria da Penha em Sinop, tenente Lessa, disse que a campanha tem por objetivo conscientizar, esclarecer e fomentar o debate sobre a violência doméstica.

Segundo ele, em um ano da implantação do projeto, os primeiros resultados começam a ser sentidos. O aumento das denuncias anônimas, de pedidos de medidas de proteção e de socorro significa que as mulheres passaram a ter mais confiança na Polícia Militar e sabem que elas não estão sozinhas.

A coordenadora da Patrulha, a sargenta da PM Lucélia, disse que durante o mês Lilás serão debatidos os avanços da Lei Maria da Penha, como as medidas protetivas de urgência, além de politicas públicas voltadas à prevenção da violência contra a mulher no município de Sinop.

Um dos objetivos dessa campanha é incentivar denúncias de agressão – que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e patrimoniais – contra mulheres.

Em 2019, o Agosto Lilás foi realizado com a promoção de palestras nas escolas, empresas com público masculino e comunidade e clubes de serviço.

A Patrulha Maria da Penha em Sinop

Com sede na Base Comunitária de Polícia Militar do Bairro Jardim Boa Esperança, a Patrulha Maria da Penha foi instituída oficialmente em março de 2019.

Foi o primeiro passo para atuar preventivamente na violência contra a mulher, tendo como foco o acompanhamento e o monitoramento de medidas protetivas.

Pelo projeto, uma vez atendida pela Patrulha Maria da Penha, a mulher recebe um plano de segurança traçado pelos policiais militares de acordo com a história dela.

Para assegurar e afiançar a ações da PMP foi instaurada, um mês depois, a Associação de Apoio à Patrulha Maria da Penha e lideranças sociais (AMAPLIS ).

A Associação dá o apoio logístico atuando na linha de frente da PMP. O objetivando dá um suporte psicossocial às mulheres e participantes do Projeto, além de sustentar o desenvolvimento de subprojetos de acordo com as demandas apresentada pela Patrulha Maria da Penha.

Além da PMP e do apoio logístico da AMAPLIS, as mulheres vítimas de violência que estiverem sob medida protetiva poderão contar com mais uma ferramenta de segurança é o Aplicativo SOS Maria’s.

O objetivo é inibir as quebras das medidas protetivas, afastando o agressor da vítima e com isso prevenindo também os casos de feminicídio.

 

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!

Redes sociais

107,351FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,096SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Campanha Dezembro Vermelho alerta para diagnóstico e tratamento precoce da Aids e outras ISTs
dezembro 02, 2021
Lucas do Rio Verde
Grupo Santos e Fut Girls conquistam título da Copa Rio Verde de Futsal
dezembro 02, 2021
Lucas do Rio Verde
Alunos da Escola Municipal Cecília Meireles realizam Cantata de Natal
dezembro 02, 2021
Lucas do Rio Verde
Curso de salgados tem inscrições abertas no Cras de Lucas do Rio Verde
dezembro 02, 2021