21 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 14 abril, 2021
InícioMATO GROSSONúmero de divórcios aumenta 8,2% em Mato Grosso

Número de divórcios aumenta 8,2% em Mato Grosso

Por CENÁRIOMT

Em 2020, foram registrados 1.273 divórcios extrajudiciais diretamente nos Cartórios de Notas de Mato Grosso, representando maior número de registros desde 2017. Foram 8,2% a mais do que o registrado em 2019, com 1.176 divórcios.

De acordo com a Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso (Anoreg), a possibilidade da realização de escrituras de divórcios por meio da plataforma digital e-Notariado, instituída durante a pandemia da Covid-19, impactou nesses números.

Além dos divórcios, outras escrituras, como compra e venda de imóveis, testamentos e procurações, aumentaram 59% no meio eletrônico.

Mato Grosso registrou ainda um total de 1.355 atos feitos de forma totalmente eletrônica. O mês de fevereiro deste ano teve o maior número de serviços digitais: 191.

Lançada em junho do ano passado, a plataforma e-Notariado permite que cidadãos realizem diversos serviços por meio de videoconferência, sem a necessidade de deslocamento, podendo acessar o tabelião diretamente por um computador, tablet ou celular.

Entre os serviços já disponíveis, estão os diversos tipos de escrituras – compra e venda, divórcios, doações, inventários, partilhas -, testamentos, atas notariais, procurações e autenticação digital.

Como fazer

 

A plataforma e-Notariado reúne diversos atos notariais como escrituras de compra e venda, divórcios, testamentos, uniões estáveis, procurações e muitos outros.

Para realizá-los, o cidadão precisa de um Certificado Digital Notariado, emitido gratuitamente pelos Cartórios de Notas cadastrados, ou possuir um certificado padrão ICP-Brasil, o mesmo utilizado para envio do Imposto de Renda de Pessoa Física.

Com o certificado digital, o cidadão deve entrar em contato com o Cartório de Notas de sua preferência e solicitar o ato.

Um link para a videoconferência será enviado para o e-mail indicado pelo usuário. Após a vídeo-chamada, na qual é realizada a identificação das pessoas e a coleta de sua vontade, o cidadão pode assinar seu documento pelo computador ou celular com um simples clique.

Já para as autenticações digitais de documento, o requerente não necessitará de um certificado digital, isto é, poderá entregar seu documento físico diretamente ao tabelião, que o transformará em uma cópia PDF autenticada digitalmente.


Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

CAMPEONATO MATO-GROSSENSE
Luverdense finaliza preparação para jogo contra o Ação nesta quarta-feira (14) em Lucas do Rio Verde
abril 13, 2021
Contaminação pela Covid-19
Lucas do Rio Verde e outros 30 municípios estão com risco muito alto de contaminação pela Covid-19
abril 13, 2021