20 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 22 junho, 2021
InícioMATO GROSSONível do Rio Paraguai em Cáceres está abaixo do normal e entra...

Nível do Rio Paraguai em Cáceres está abaixo do normal e entra em estado de alerta, aponta estudo

Por G1 MT

O nível do Rio Paraguai, na região de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, está abaixo do recomendado e pode diminuir ainda mais nos próximos dias devido à baixa quantidade de chuva registrada na região. O levantamento foi divulgado no Boletim de Monitoramento Hidrológico da Bacia do Rio Paraguai e analisa o período de 26 de abril a 11 deste mês.

Atualmente, o nível do rio em Cáceres está em 2,10 metros, no entanto, o normal é estar em 3,80 metros.

Em Mato Grosso, devido às chuvas abaixo da média durante o período de cheia (novembro a abril), os rios estão na zona de atenção para mínimas em Cáceres e Bela Vista do Norte. De acordo com o Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM), a curto prazo, o prognóstico é de que a bacia fique praticamente estável.

O estudo apresenta os níveis dos rios afluentes e a quantidade de chuvas nas regiões do Rio Paraguai em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Em outras regiões de Mato Grosso, o rio encontra-se em estado de normalidade.

Já em Cáceres, conforme o levantamento, a escassez de chuva, com início do período de recessão, pode abaixar o nível do rio.

Ainda segundo o SGB, a estação chuvosa na região do Pantanal encerrou precocemente no final de março, conforme o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Em comparação com a série histórica, apenas no oeste do Mato Grosso as chuvas ficaram acima da média.

O boletim indica que para os próximos sete dias a região pode ter chuvas médias de 15 mm em toda a bacia. Em Cáceres, a tendência é de 17mm.

O nível de água deve diminuir gradativamente durante maio. A pesquisa ainda traz uma estimativa de que o Rio Paraguai pode ter o menor nível de água em outubro deste ano podendo voltar a encher somente no final de 2021.

A pesquisa apontou ainda que, para as próximas semanas, não são previstas precipitações significativas na área da bacia do rio Paraguai, principalmente ao longo da primeira semana, incluindo a área de todo o bioma Pantanal. As chuvas na região deverão apresentar acumulados pouco representativos durante todo o período considerado.

O Rio Paraguai nasce em Alto Paraguai, em Mato Grosso, e corta o Brasil, a Bolívia, o Paraguai e a Argentina.

No estado, o rio passa na região do Pantanal e sofre inundações nos períodos chuvosos da região.

Ele é divido em quatro partes. A primeira parte que vai até Barra do Bugres, a segunda vai do município até a foz do Jauru, perto de Cáceres. A terceira parte vai de Jauru até o Rio Apa, em Mato grosso do Sul e de lá chega até a foz na Argentina.


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

PLANEJAMENTO
Lucas do Rio Verde inicia série de audiências públicas sobre o PPA
junho 21, 2021
PRIMEIRA HABILITAÇÃO
Lucas: Indicação sugere CNH Social para permitir melhores serviços a pais de família de baixa renda
junho 21, 2021