22 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 28 maio, 2022
Publicidade
InícioMATO GROSSOMunicípio de MT adota toque de recolher e reduz capacidade de atendimento...

Município de MT adota toque de recolher e reduz capacidade de atendimento dos comércios para conter avanço da Covid

Medidas passaram a valer a partir desta quarta-feira (19). Descumprimento pode gerar multas de até R$ 1,6 mil
CenárioMT

Preocupada com o avanço do coronavírus, a Prefeitura de Alta Floresta, região norte de Mato Grosso, adotou uma série de medidas restritivas. Elas vão desde o toque de recolher à redução da capacidade de atendimento dos comércios.

O decreto foi editado atendendo decisão proferida em Ação Civil Pública e a Nota Técnica 001/2022 emitida pela Secretaria de Saúde.

As medidas foram discutidas e tomadas com objetivo de impedir o crescimento da taxa de contaminação e reduzir o impacto no sistema de saúde. O decreto terá vigência de 10 dias.

Neste período, os comércios devem seguir algumas recomendações. Entre elas está a orientação de ampliar a frequência diária de limpeza dos ambientes e disponibilização de local para lavagem das mãos e/ou álcool na concentração 70%.

Horário de funcionamento

O funcionamento comercial será permitido de segunda-feira a domingo no horário entre 05h e 23h30. Supermercados devem aplicar sistema de controle de entrada restrito a duas pessoas por família, respeitando o limite de 50% da capacidade do local.

Os serviços delivery estarão autorizados somente até às 23h30, inclusive aos sábados e domingos, com exceção das farmácias e congêneres.

Estão vedadas as atividades em casas de shows, espetáculos, boates, shows e congêneres. Sendo permitida musica ao vivo em bares e restaurantes, vedada a cobrança de ingresso. Os bares, lanchonetes, restaurantes e congêneres, deverão adotar protocolo de contingência limitando a 50% da capacidade do local. A junção de mesas só será permitida em caso de pais e filhos do mesmo núcleo familiar.

Eventos

Eventos religiosos devem respeitar a capacidade de 50% do local. O decreto especifica que eventos sociais e empresariais deverão ser realizados preferencialmente de forma remota. Em caso presencial, devem ocorrer em ambiente aberto. Também deve ser respeitado o limote de 50% da capacidade do local. Devem também ser adotadas as medidas e protocolos de saúde.

Fica restringida a circulação de pessoas em todo o território do município no horário entre às 24h e às 05h. É proibida, no período de vigência do decreto, qualquer atividade que provoque aglomeração de pessoas, em especial em praças, parques públicos e privados, calçadas e estacionamentos. Também foi proibido também o uso de som automotivo nestes ambientes.

Multas

As pessoas ou empresas que descumprirem as medidas descritas no decreto estão passiveis de multa. Ela foi estipulada em 50 UPFM (R$ 1.641,00). Também será cobrado o uso adequado da máscara de proteção facial. Quem estiver sem o acessório poder ser multado em 25 UPFM (R$ 820,50). A multa para casos de som automotivo em locais proibidos é de 50 UPFM.

Nos casos de reincidência, os valores serão aplicados em dobro. Caso a pessoa ou empresa fiscalizada crie algum tipo de embaraço ou impedimento de ação fiscal, o valor da multa triplica e as atividades comerciais ficarão sujeitas a suspensão do alvará do estabelecimento por 15 dias.

Celso Ferreira Neryhttps://www.cenariomt.com.br
É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.

Publicidade


Publicidade

Lucas do Rio Verde

Combate ao tráfico
Motorista de aplicativo é detido com droga em Lucas do Rio Verde
maio 27, 2022
Lucas do Rio Verde recebe 1ª Roda de Conversa sobre Adoção nesta sexta-feira (27)
maio 27, 2022
INVESTIGAÇÃO
Em Lucas: polícia conduz cinco por porte ilegal de arma de fogo; suspeitos planejavam crime
maio 27, 2022
BOAS VINDAS
Juiz e delegados são recebidos em sessão especial pela OAB de Lucas do Rio Verde
maio 27, 2022