23.2 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 23 janeiro, 2021
Início MATO GROSSO MP de Mato Grosso prevê compra de 201 Iphones 11 no valor...

MP de Mato Grosso prevê compra de 201 Iphones 11 no valor de R$ 2,2 milhões para funcionários em home office

Por CENÁRIOMT

Em meio a polêmica envolvendo a compra de 201 Iphones 11 Pro Max no montante de R$ 2,2 milhões, o Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) afirmou que a licitação foi necessário em razão do avanço do trabalho remoto no órgão devido à pandemia de coronavírus.

Os celulares serão distribuídos aos novos membros que tomarão posse no começo de 2021.

Além dos Iphones, o MP vai comprar 64 aparelhos modelo Galaxy Note 20 Ultra 5G, 15 Galaxy S10 e 120 Galaxy A01. Os celulares serão adquiridos por R$ 2,2 milhões.

Ainda de acordo com o MPMT, a compra será necessária em razão do fim dos contratos para aquisição de computadores e o fim da garantia dos equipamentos.

Além disso, os celulares possuem tecnologia de ponta, o que permitirá mais agilidade e versatilidade dos membros do MP.

“O trabalho remoto tem avançado cada vez mais nos órgãos e instituições do sistema de Justiça, incluindo o Ministério Público, exigindo dos promotores agilidade e versatilidade em sua atuação institucional, realizando despachos e outros procedimentos fora dos seus locais de trabalho”, disse.

LEIA A NOTA DO MP NA ÍNTEGRA:

MPMT adquire celulares para melhorar atuação virtual dos membros

Com relação à aquisição de aparelhos celulares para uso funcional dos seus membros (Promotores e Procuradores de Justiça), o Ministério Público de Mato Grosso esclarece que:

– como os notebooks que estão em uso funcional pelos membros do MP perderam a garantia, já que os contratos firmados anos atrás para sua aquisição se exauriram, bem como aqueles para fornecimento de novos desktops (computadores de mesa) já se findaram, impôs-se a necessidade de novas aquisições para substitui-los.

– A Administração da instituição então solicitou ao Departamento de Tecnologia da Informação (DTI) e ao Centro de Apoio Operacional – Conhecimento, Segurança e Informação (CAOP/CSI) a realização de estudos para identificar qual seria a melhor solução tecnológica para substituir os referidos equipamentos. Os estudos apontaram que a melhor alternativa seria a troca por aparelhos celulares de tecnologia de ponta, por diversas razões.

– O trabalho remoto tem avançado cada vez mais nos órgãos e instituições do sistema de Justiça, incluindo o Ministério Público, exigindo dos promotores agilidade e versatilidade em sua atuação institucional, realizando despachos e outros procedimentos fora dos seus locais de trabalho. É cada vez maior, por exemplo, o número de audiências judiciais e extrajudiciais realizadas de forma virtual, fenômeno que se intensificou ainda mais com a pandemia da Covid-19.

– Do ponto de vista técnico, as avaliações do DTI/CAOP/CSI apontaram que os celulares, que têm preços similares aos de computadores de mesa e notebooks, além de disporem de ferramentas mais modernas e maior memória, proporcionam mais segurança, reduzindo a possibilidade de ataques cibernéticos aos sistemas do Ministério Público.

– Com relação ao processo de aquisição, optou-se pelo registro de preços, o que permite a compra dos equipamentos em lotes, de acordo com a demanda que for se apresentando ao longo da vigência do contrato. Foi feita licitação, seguindo o regramento vigente para aquisições pelo poder público.

Entre os membros que receberão os aparelhos, estão os Promotores de Justiça Substitutos recém aprovados em concurso público e que tomarão posse em 2021.

 Ministério Público do Estado de Mato Grosso

 Departamento de Comunicação/Decom”

 



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

TRÂNSITO
Motorista perde controle e bate carro em palmeira no centro de Lucas do Rio Verde
janeiro 23, 2021
POLÍCIA
Quinto envolvido em triplo homicídio é preso em Lucas do Rio Verde
janeiro 22, 2021