31 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 05 dezembro, 2020
Início CENÁRIO POLÍTICO GOV-MT Metade dos recursos do Mais MT serão investidos em infraestrutura

Metade dos recursos do Mais MT serão investidos em infraestrutura

Dos quase 25 mil quilômetros de estradas não pavimentadas, 2.400 quilômetros receberão asfalto novo
Por CenárioMT

O Governo de Mato Grosso irá investir R$ 4,73 bilhões na infraestrutura, como parte do Mais MT, o maior programa de investimentos da história do Estado. Serão 2.400 quilômetros de asfalto novo, restauração de 3 mil quilômetros de asfalto, cinco mil pontes, iluminação para as cidades, entre outros projetos. O valor representa 50% do total de recursos do programa, que soma R$ 9,5 bilhões.

Conforme o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Marcelo Oliveira, a gestão já entregou 270 quilômetros de pavimentação, e cerca de mil quilômetros estão em execução pela Pasta em todo o Estado.

“Nas próximos semanas vamos publicar a contratação de mais 1200 quilômetros de projetos de pavimentação. Se tudo der certo, e as empresas executarem as obras, vamos vencer esse desafio e entregar rodovias melhores aos mato-grossenses”, afirma sobre o planejamento de investimentos em logística.

Dos quase 25 mil quilômetros de estradas não pavimentadas, 2.400 quilômetros receberão asfalto novo, o que representa a maior parcela dos recursos investidos em infraestrutura, R$ 1,9 bilhão em obras.

O impacto na logística será muito positivo, já que Mato Grosso possui apenas 8 mil quilômetros de estradas pavimentadas, dos quais 3 mil quilômetros serão restaurados, avalia o secretário. Serão aplicados R$ 920 milhões para a restauração da malha viária e R$ 140 milhões em conservação de rodovias não pavimentadas e pontes.

Serão construídas 5 mil pontes de pequeno, médio e grande porte, com o investimento de R$ 650 milhões. Do total, cerca de 2,5 mil são pontes de madeira localizadas em rodovias serão substituídas.

A sinalização de rodovias receberá R$ 40 milhões; R$ 140 milhões serão utilizados para pavimentação e conservação em área urbana; R$ 720 milhões para obras especiais nos municípios; R$ 150 milhões para o projeto Mato Grosso Iluminado; e R$ 56,4 milhões para a infraestrutura de aeroportos.

O secretário atribui como parte essencial do sucesso das obras de infraestrutura o trabalho realizado pelas equipes técnicas da Secretaria. “Sem planejamento e projeto não funciona. Como você vai pleitear recursos no Banco do Brasil na Caixa Econômica, no Banco Mundial se você não tem projeto, e você precisa de planejamento para executar esses projetos. Conseguimos montar uma equipe de primeira qualidade. Agradeço a todos os servidores pelo empenho”.

O Mais MT é o maior programa de investimentos da história de Mato Grosso, que vai investir R$ 9,5 bilhões em quatro anos (2019-2022). O programa está dividido em 12 eixos estruturantes, que atendem as seguintes áreas: Segurança; Saúde; Educação; Social e Habitação; Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda; Infraestrutura; Turismo; Cultura, Esporte e Lazer; Simplifica MT; Eficiência Pública; Meio Ambiente; Agricultura Familiar e Regularização Fundiária.



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

Caminhoneiro morre após carreta carregada de algodão tombar em Mato Grosso

Um caminhoneiro morreu em um acidente na BR-364, em Jaciara, na noite dessa sexta-feira (6). Ele dirigia uma carreta carregada de algodão que tombou...

Delegado é preso com plantação de maconha gourmet no Distrito Federal

Um delegado da Polícia Civil do Distrito Federal, foi preso em flagrante, nessa sexta-feira (4/12), numa grande plantação de maconha. A investigação de tráfico...

Sinop: homem de 25 anos é preso após mostrar pênis para crianças em parquinho

Um pedófilo de 25 anos, que não teve o nome divulgado, foi preso em flagrante, após mostrar o pênis para crianças em um parquinho,...

Sefaz intensifica fiscalização em estabelecimentos de MT que não emitem nota fiscal; operação amplia interiorização das ações

A Secretaria Adjunta da Receita Pública (Sarp), Secretaria de Fazenda, já iniciou o planejamento das próximas fases da Operação Contingência, que devem alcançar estabelecimentos...