Menor colégio eleitoral do país, Araguainha tem mais eleitores que moradores

0

O menor município de Mato Grosso, Araguainha, a 471 km de Cuiabá, tem 1.001 eleitores aptos a votar nas eleições municipais deste ano e é considerado o menor colégio eleitoral do Brasil. Conforme dados divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), o eleitorado da cidade representa 0,04% do total de eleitores do estado.

Segundo o TRE, em Mato Grosso, estão cadastrados 2.317.102 eleitores para as votações deste ano em 141 municípios. As eleições estão marcadas para o dia 15 de novembro.


-Continua depois da publicidade ©-

O maior colégio eleitoral está em Cuiabá que possui 378.097 eleitores, seguido por Várzea Grande com 160.409.

Já Araguainha representa o menor número. Em 2016, quando os eleitores escolheram prefeito e vereador, o município tinha 954 eleitores. A última prefeita de Araguainha foi eleita com apenas 384 votos (45,6% dos votos válidos).

O último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), em 2010, apontava que o município tinha 1.096 habitantes. Mas depois, ele encolheu, segundo estimativa divulgada pelo IBGE no ano passado.

Justificativa

Segundo o TSE, as diferenças ocorrem por causa da distinção entre domicílio eleitoral e domicílio civil. Enquanto o chamado domicílio civil é mais restrito e refere-se à residência na qual se anseia permanência definitiva, o domicílio eleitoral é aplicado de forma mais flexível, abrangendo a localidade na qual o eleitor comprova residência acrescida de envolvimentos afetivos, familiares e sociais.

O cidadão pode morar em uma cidade e votar em outra, sem que isso se configure fraude. Consequentemente, nos municípios com maior atividade econômica ou produtiva, é normal que haja um incremento no quantitativo de eleitores, de forma a superar a população residente.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (23/09/2020)


Amazonia 03 de Junho