Mato Grosso bate recorde de exportações nos primeiros cinco meses de 2024

Fonte: CENÁRIOMT

Mato Grosso bate recorde de exportações nos primeiros cinco meses de 2024
Mato Grosso bate recorde de exportações nos primeiros cinco meses de 2024 Exportação - Fotos do Canva

Mato Grosso alcançou um marco inédito em suas operações comerciais internacionais, registrando um recorde de exportações nos primeiros cinco meses de 2024. Entre janeiro e maio, o estado exportou 26,73 milhões de toneladas de produtos, abrangendo minérios, grãos, madeiras, carnes e outros itens.

Neste período, Mato Grosso consolidou sua liderança no saldo da balança comercial brasileira, atingindo um superávit de US$ 12,11 bilhões (R$ 53,8 bilhões) e de US$ 2,57 bilhões apenas em maio (R$ 11,43 bilhões). “Esses números sublinham a robustez econômica de Mato Grosso e sua relevância tanto no contexto nacional quanto internacional, evidenciando seu destaque em exportações e importações, mesmo diante das oscilações de preços no mercado global”, afirmou Vinicius Hideki, coordenador do Centro de Dados Econômicos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

O setor de indústria extrativa do estado obteve os maiores valores de venda para maio em toda a série histórica, com a comercialização de mais de 5 mil toneladas, totalizando aproximadamente US$ 5,9 milhões (R$ 26,25 milhões). Esse valor representa um incremento de 11,79% em comparação a maio de 2023. Os principais produtos exportados foram minérios de chumbo e cobre, além de farelos e outros resíduos de tratamento de cereais, tendo como principais destinos a China, o Chile e a Bolívia.

No segmento de exportações, Mato Grosso efetuou a segunda operação de etanol de 2024, enviando 1,9 tonelada do produto para Singapura, gerando um total de US$ 11,1 milhões (R$ 60,49 milhões). A última exportação de etanol havia sido registrada em março de 2024, também com destino a Singapura. Além do etanol, outros produtos mostraram crescimento significativo em relação a maio de 2023, como o complexo milho (3,22%), complexo madeira (37,93%), complexo algodão (293,22%) e grãos beneficiados (102,47%).

As importações de Mato Grosso em maio totalizaram US$ 169,32 milhões (R$ 922,79 milhões), uma redução de 27,82% em relação ao mês anterior e de 24,03% comparado ao mesmo mês do ano passado. Entretanto, o volume importado apresentou um aumento de 26% em comparação a maio de 2023, refletindo a baixa nos preços internacionais de adubos e fertilizantes, principais produtos importados pelo estado. De janeiro a maio, Mato Grosso importou US$ 645 milhões (R$ 3,51 bilhões) desses produtos químicos, representando 15,8% do total nacional, mantendo-se como o maior importador.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso. Já trabalhou em Rádio Jornal (site e redação).