22.1 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 27 novembro, 2020
Início MATO GROSSO Mais de 4 mil profissionais de segurança deverão atuar nas eleições em...

Mais de 4 mil profissionais de segurança deverão atuar nas eleições em Mato Grosso, no próximo domingo

Mais de 2,3 milhões de mato-grossenses devem ir às urnas e a segurança será reforçada em todo o Estado
Por Cenário MT/Sesp-MT

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) vai empregar 4.523 profissionais nos 141 municípios durante as eleições municipais e a suplementar do Senado Federal, que serão realizadas neste domingo (15.11). Mais de 2,3 milhões de eleitores devem comparecer nos 1.478 postos de votação e 57 zonas eleitorais.

Ao todo, 1.347 viaturas, três helicópteros e três aviões darão suporte às ações de prevenção e repressão aos crimes eleitorais. O anúncio sobre o emprego do efetivo durante o pleito foi feito na manhã desta terça-feira (10.11), na sede da Sesp, e contou com representantes das forças de segurança estaduais, Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Exército Brasileiro.

“É muito importante que a sociedade tenha certeza que as forças de segurança estarão nas ruas. A participação da sociedade nas eleições tem que transcorrer de forma tranquila. Por isso nós vamos intensificar o trabalho preventivo. A área de segurança está à disposição do TRE para o que for necessário”, assegurou o secretário da Sesp, Alexandre Bustamante.

O juiz auxiliar da Presidência do TRE, Lídio Modesto da Silva Filho, enalteceu a união entre os órgãos visando promover o cumprimento do direito à votação. “Estamos desde o mês de março realizando encontros entre os representantes para definirmos a atuação de cada unidade e, neste sentido, temos o apoio incondicional da Sesp e das forças de segurança de Mato Grosso”.

Ainda segundo o juiz, o momento de pandemia não será motivo para aumento de abstenções de voto.

“Já fizemos um levantamento prévio antes mesmo da queda intensa do número de contaminações e mortes no Estado de Mato Grosso e a estatística que temos é que será parecida com as dos anos anteriores, em torno de 20 a 22% de abstenção. Eu não acredito que haverá abstenção por conta de pandemia, uma vez que as pessoas estão em todos os lugares comuns e se aglomerando”, asseverou.

Por parte do Exército Brasileiro, a atuação será em 32 pontos, operando com oito bases e com o emprego de dois helicópteros, viaturas e embarcações. Já a Polícia Federal atuará de forma preventiva e repressiva, com ênfase na função da Polícia Judiciária Eleitoral. Ao todo, serão empregados 240 profissionais e 50 viaturas.

“A Polícia Federal se sente muito honrada em fazer parte da democracia, de garantir o voto, mas é preciso dizer que a PF não atua somente na semana das eleições. Nós temos uma atuação permanente de apuração de crimes eleitorais. Para o final de semana das eleições, estamos prevendo rondas ostensivas com a ideia de diminuir a possibilidade de crimes, apuração de denúncias das mais variadas, compra de votos, boca de urna, transporte irregular de eleitor. Para isso, contamos com tecnologia moderna, a exemplo do uso de drones. Também vamos atuar em 14 aldeias indígenas para garantia da lei e da ordem e, notadamente, para apurar as denúncias e registrar as ocorrências que surgirem”, destacou o delegado federal, Marcel Fernades Barbara.

O chefe de operações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Alvino Domingos, disse que a unidade vai trabalhar em três principais frentes, visando à repressão dos crimes eleitorais.

“O primeiro eixo da nossa atuação será o trabalho nas áreas indígenas, visando garantir que estes locais de votação sejam preservados para que os indígenas façam o seu pleito eleitoral. O segundo eixo é uma atuação direcionada pelo TRE no transporte de urnas que serão levadas para o interior do estado. Estamos com viaturas a disposição. O terceiro ponto é o reforço de policiamento visando o combate aos crimes eleitorais que podem ocorrer nas rodovias, quando fiscalizarmos os veículos serão verificados quanto ao transporte irregular de dinheiro, propaganda irregular e transporte irregular de passageiro por veículos que não estão cadastrados no TRE”, enfatizou.

Apuração

Neste ano, devido as precauções do enfrentamento à pandemia, o TRE decidiu que a apuração dos votos será realizada na Casa da Democracia, com número reduzido de pessoas visando a não aglomeração de eleitores e candidatos.

O primeiro turno das eleições será no dia 15 de novembro. Nos locais em que houver segundo turno, a data é 29 de novembro. O horário de votação será das 7h às 17 h. Importante destacar que o horário entre 7h e 10h é preferencial para pessoas acima de 60 anos.

Por parte da Sesp-MT, farão parte da Operação Eleições 2020 a Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Perícia oficial e Identificação Técnica (Politec). Em relação às forças federais, participam a PF, PRF e Exército Brasileiro.



- Publicidade -

Últimas

Assalto: vítima toma arma e mata ladrão com tiro na cabeça em Mato Grosso

Um morador reagiu a um assalto, tomou a arma do ladrão e matou o suspeito com um tiro na cabeça na manhã desta quinta-feira...

Morador de Sorriso morre vítima de Covid-19 em Nova Mutum

É com profundo pesar que a Prefeitura Municipal de Sorriso confirma o registro de mais um óbito causado pela Covid- 19.  Trata-se de um homem...

Curso de Libras terá encerramento com live na segunda, 30

A próxima segunda-feira (30) terá uma live diferente no ar. Isso mesmo! Dessa vez, o som ficará por conta dos gestos das mãos da...

Sorriso é um dos polos de competição nacional de natação

Piscinas do Brasil inteiro estarão recheadas de talentos da natação de 9 a 18 anos no primeiro sábado de dezembro (5). Por conta da...
Publicidade
x