28.9 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 22 janeiro, 2021
Início CENÁRIO POLÍTICO GOV-MT Mais de 370 servidores do Socioeducativo serão contemplados com kits de proteção

Mais de 370 servidores do Socioeducativo serão contemplados com kits de proteção

Material foi destinado aos servidores das sete unidades socioeducativas do Estado
Por CenárioMT

Mais de 370 servidores do Sistema Socioeducativo serão contemplados com equipamentos de proteção individual (EPIs) distribuídos pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da adjunta de Justiça (Sajus). O material foi destinado à s sete unidades socioeducativas do Estado (Cases) e também contemplarão servidores da área administrativa da Pasta.

Entre os materiais disponibilizados estão três tipos de máscaras: caseiras (374 unidades), modelo N95 (100 unidades) e face shields (372 unidades) para cobertura total do rosto, além de frascos de álcool em gel (115 litros) e de álcool 70 (95 litros), luvas e óculos.

O socioeducativo mato-grossense abriga atualmente 90 adolescentes em sete unidades, sendo duas em Cuiabá (feminina e masculina), uma em Cáceres, uma em Barra do Garças, uma em Lucas do Rio Verde, uma em Rondonópolis e uma em Sinop.

“A Sesp não tem medido esforços para a aquisição de novos equipamentos de proteção individual, inclusive ampliando para a aquisição de outros equipamentos que oferecem uma maior proteção, como no caso dos faces shield”, destacou , o superintendente de Administração Socioeducativa, Iberê Ferreira da Silva Junior.

Casos nas unidades

Até o momento, o Sistema Socioeducativo registrou quatro casos de coronavírus em servidores públicos, todos lotados no Centro de Atendimento Socioeducativo (Pomeri). No entanto, nenhum adolescente que cumpre medida socioeducativa está sob suspeita ou foi diagnosticado com a doença.

Os quatro servidores foram afastados de suas atividades, sendo que uma servidora já se encontrava afastada por doença quando contraiu a doença. Outro servidor teve contato com a mãe, diagnosticada com a doença e imediatamente foi afastado.

Sobre os casos destes servidores, Iberê explicou que o protocolo a ser seguido é o mesmo dos demais servidores da Sesp-MT, desde a comunicação à  Gestão de Pessoas da secretaria, o acompanhamento do caso e até mesmo a realização de testes rápidos.

“Atualmente os testes são restritos aos servidores que apresentam sintomas, medida estabelecida tanto pelo Ministério da Saúde, quanto pelo próprio protocolo da secretaria. E todos os casos são acompanhados de perto pela Gestão de Pessoas da própria Sesp. Nenhum servidor da segurança está desamparado” explicou o superintendente.



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas